ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

CNA debate logística e infraestrutura em evento na Bahia
Whats App Image 2022 09 16 at 17 02 13

Assessora técnica da CNA participa do workshop Giro Multicom, em Luís Eduardo Magalhães

16 de setembro 2022
Por CNA

Brasília (16/09/2022) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participa do workshop Giro Multicom, que acontece de 15 a 17 de setembro, em Luís Eduardo Magalhães (BA). O evento reúne produtores rurais, empresas, indústrias transportadoras, motoristas e operadores de máquinas.

Na quinta (15), a assessora técnica da CNA, Elisangela Pereira Lopes, fez uma palestra sobre “Logística e Infraestrutura do Agronegócio: gargalos e ações da CNA” para um público composto por cerca de 90 pessoas.

Em sua fala, Elisangela mostrou um panorama da evolução da produção de soja e milho no Brasil e a movimentação nos portos durante os anos de 2009 e 2021. O principal destaque foi o crescimento anual nas novas fronteiras agrícolas, quando comparado à média do Brasil.

Lopes alertou para a necessidade de ampliação da capacidade portuária no Arco Norte, especialmente no estado da Bahia.

Informou, ainda, sobre a execução do projeto dos terminais Atu12 (fertilizantes) e Atu18 (grãos), no Porto de Aratu (BA), que promete ampliar a oferta de 2,5 milhões de toneladas para 13,5 milhões de toneladas, em 2026. Além dos investimentos para aumentar a capacidade do Porto de Cotegipe (BA), até 2024, atingindo 10 milhões de toneladas.

Durante sua apresentação, a assessora atualizou os participantes sobre as informações dos acessos de prioridade da região, da fazenda ao Porto. A BR-242 que liga o Oeste da Bahia até o litoral, por exemplo, está em processo de manutenção.

“O Ministério da Infraestrutura garantiu que a estrada será incluída no Programa de Implementação da Terceira Faixa. Isso permitirá melhor fluidez e segurança no tráfego de caminhões e veículos particulares”, explicou.

Em relação à Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que ligará o futuro Porto de Ilhéus (BA) a Figueirópolis (TO), Elisangela destacou que o primeiro trecho (Fiol 1 - Ilhéus a Caetité) será concluído em 2026.

Já a segunda parte (FIOL 2 - Caetité a Barreiras), executada pela VALEC, apresenta 57% da obra concluída. O terceiro e último (Fiol 3 - Barreiras a Figueirópolis) está fase de estudo e projeto.

A assessora técnica da CNA afirmou que o encontro foi uma oportunidade de divulgar o trabalho da entidade junto aos órgãos dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Ela citou os ganhos para o setor, como a Lei dos Portos (12.815/2013), Lei da BR do Mar ou Cabotagem (14.301/2022), Lei de Autorização das Ferrovias (13.448/2017), defesa da Ferrogrão e de medidas para melhorar estradas e rios (obras prioritárias).

Visita - Na sexta (16), Elisangela visitou a Cooperativa dos Transportadores de Luís Eduardo Magalhães (COOPGNP), associação criada em 2009 para prestação de serviços de transportes a diversos setores da economia, com foco na agroindústria. Atualmente possui frota com mais de 300 veículos.

imagem

“A visita permitiu a CNA apresentar as pautas e conquistas em comum, como a implantação do Documento de Transporte Eletrônico (DTe), aumento do peso por eixo de 10% para 12,5%, programa de renovação de frota e manutenção de estradas”, destacou Lopes.

Ainda na sexta (16), Elisangela participa de uma mesa redonda para discutir sobre os transportes e seus impactos regionais.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-4135/1421/1447
  flickr.com/photos/canaldoprodutor
  twitter.com/SistemaCNA
  facebook.com/SistemaCNA
  instagram.com/SistemaCNA
  facebook.com/SENARBrasil
  youtube.com/agrofortebrasilforte

 

Áreas de atuação