ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Curso Técnico em Agronegócio: Expectativa, novidades e emoção no primeiro dia de aulas

3 de abril 2019
Por Senar

Contando agora com mais quatro Polos de Ensino além dos já existentes em Contagem, Sete Lagoas e Manhuaçu, o Curso Técnico em Agronegócio abriu oficialmente suas atividades no último sábado, dia 23, recepcionando mais 270 alunos em aulas inaugurais nos sete Polos.

Na primeira aula, os alunos aprendem sobre a atuação do  Sistema Faemg / Senar Minas , são informados das atividades ao longo do curso e têm contato com o Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA, além de entender a importância para o mercado e para o agro da formação em gestão que vão adquirir.

Sistema Faemg / Senar Minas  fechou novas parcerias em Montes Claros, Uberaba, Araçuaí e Teófilo Otoni com sindicatos rurais e instituições de ensino para que, juntos, pudessem oferecer as aulas semipresenciais e gratuitas do curso, que é realizado desde 2015 e tem duração de dois anos.

Para a coordenadora de Inovação e Conhecimento Tércia Almeida, este é um marco importante para o  Sistema Faemg / Senar Minas  e para os Sindicatos dos Produtores Rurais que passam a ofertar Educação Formal de nível Técnico para o meio rural, garantindo a formação profissional continuada em diversos níveis de atuação.

Leia também: Nova turma inicia Curso Técnico em Agronegócio em Manhuaçu

Uberaba: alta procura e sonhos variados

Produtores, filhos de produtores e pessoas envolvidas com o setor agropecuário nos mais de 10 municípios do Triângulo e Alto Paranaíba compuseram a turma, que foi recebida pelo gerente regional do  Senar  em Uberaba, Flávio Henrique Silveira, e teve aulas na FAZU, entidade parceira no município. Referência no setor agropecuário, Uberaba teve altos índices de procura pelo curso Técnico em Agronegócio: foram 5,5 candidatos por vaga, a maior entre os Polos de Ensino.

Os sonhos dos novos alunos vão desde o ingresso como técnico ao mercado de trabalho, até a sucessão familiar, como é o caso de Márcia Rotelli, produtora rural, criadora de gado de corte em Uberaba: “a ideia é otimizar a gestão para poder perpetuar nosso empreendimento. Serei uma multiplicadora das informações coletadas aqui para meus filhos, o que trará uma tranquilidade maior no futuro, na hora que tivermos que fazer a sucessão de nosso negócio rural”.