Logo CNA

Campo Futuro levanta custos de produção em três estados
Whats App Image 2023 06 07 at 11 26 36 1

Foram coletados dados de cana-de-açúcar, pinus e leite

7 de junho 2023
Por CNA

Brasília (07/06/2023) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) realizou, nesta semana, encontros para levantar os custos de produção de cana-de-açúcar, pinus e leite dentro do Projeto Campo Futuro.

Os painéis contaram com a participação de produtores rurais, representantes de sindicatos, de federações estaduais de agricultura, e apoio de técnicos da Associação de Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) e do Sindicato dos Cultivadores de Cana-de-açúcar de Pernambuco (Sindicape).

Confira os resultados dos encontros por cadeia produtiva:

Cana-de-açúcar (Recife/PE) – Segundo os dados do painel, a produtividade média é de 60 toneladas por hectare e qualidade da matéria-prima de cerca de 122 quilogramas de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana. Os técnicos observaram também que, na safra 22/23, a colheita, que normalmente acontece de setembro a fevereiro, foi estendida até março como resultado das chuvas ocorridas na região. Os produtores têm utilizado biodefensivos nesse sistema produtivo, com bons resultados de controle das principais pragas da cultura.

imagem Painel da cana-de-açúcar

Pinus (Santa Cecília/SC) – Na propriedade modal, que conta com 50 hectares de produção e índice de matéria acumulada (IMA) de 30 m3/ha/ano, normalmente são feitos três desbastes após a implantação da cultura, aos 8º, 12º e 18º anos, sendo que o corte raso é realizado no 22º ano. Parte da madeira é destinada à serraria e outra parte à processo. As operações nesse sistema produtivo são terceirizadas e os itens que mais oneram o produtor nesse sistema produtivo são maquinário, mão de obra e custos administrativos.

Leite (Guaratinguetá/SP) – Levantamento do Campo Futuro apontou que a propriedade modal de Guaratinguetá possui produção média diária de 250 litros e produtividade igual a 10 litros por vaca em lactação. Neste modal, os animais são criados a pasto e recebem suplementação no cocho, além de Capim Elefante picado ao longo do ano. Em relação aos custos de produção, a alimentação dos animas foi o item mais representativo dos custos operacionais efetivos (COE), cerca de 33%. A receita obtida com a venda do leite foi suficiente para cobrir apenas os COE, portanto, a depreciação das máquinas e benfeitorias e o pró-labore não foram supridos. Além disso, o capital investido na atividade leiteira não foi remunerado, indicando que a viabilidade econômica da propriedade ocorra apenas em curto prazo.

Conheça o Projeto Campo Futuro .

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil