Logo CNA

ATeG: Produtor rural de Formosa aumenta produção e expande mercado
Maracuja

Assistência Técnica e Gerencial garante rende com produção de maracujá

21 de novembro 2023
Por Senar

Brasília (21/11/2023) – A Assistência Técnica e Gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) foi determinante para o sucesso do produtor rural de maracujá Atílio Gomes de Oliveira, da cidade de Formosa (GO).

Atílio encontrava dificuldade para combater a proliferação de pragas que o levou a perder quase toda a plantação. Há dez meses, ele começou a receber as primeiras orientações e o resultado foi surpreendente.

Atílio Gomes de Oliveira Atílio Gomes de Oliveira

Segundo o produtor rural, a altitude da região, acima de 2 mil metros, não foi favorável para a produção do maracujá. “Ter uma área alta e terra de chapada assim proporciona muito a disseminação de doenças”, explica.

O técnico de campo da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar, Antônio Hawinner Ferreira, explica que, com a altitude, os ventos são um vetor de doenças transmissíveis, o que se tornou um problema para o produtor rural.

Com a chegada da ATeG, o produtor rural começou a implementar ações que deram resultado e deixaram os pés de maracujá muito mais saudáveis e mais resistentes. Em menos de um ano de assistência técnica, a área atingida pelas pragas foi totalmente recuperada e a produtividade aumentou, trazendo esperança para o produtor.

O técnico de campo Antônio Hawinner Ferreira e o produtor Atílio conferindo a plantação O técnico de campo Antônio Hawinner Ferreira e o produtor Atílio conferindo a plantação

Atílio destaca que o seu grande sonho era ver sua propriedade rentável com cultivo do maracujá. “O que o Senar agrega para a gente, não se perde. A gente tem o propósito de chegar a 10 mil pés de maracujás, hoje estamos com três mil peças, temos mil pés em produção”, diz Atílio.

A última safra de maracujá na propriedade rendeu 28 toneladas por hectare. No entanto, o crescimento da produtividade veio com outro desafio, dessa vez de mercado. Com ajuda do técnico de campo, Atílio conseguiu ampliar a rede de clientes.

Imagem

“Ele tinha já o acesso a sua rede de clientes, como supermercado, as lanchonetes e assim a gente partiu para a agroindústria, onde estão as fábricas de poupa, onde é beneficiada a poupa até virar o suco e os outros produtos”, explica o técnico de campo.

Imagem

E os consumidores finais, aprovaram o produto. É o caso da empreendedora Joyce Rodrigues Alves, que só tem elogios às polpas. “Suco maravilhoso, tem um sabor excelente, polpa da fruta mesmo. O maracujá é essencial para quem tem pressão alta, eu por exemplo tenho diabetes, então o médico sempre recomenda eu tomar. É um suco excelente para todas as idades, um suco refrescante”, indica Joyce.

Assista à reportagem completa do Programa Do Campo Pra Você:

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação

Matérias Relacionadas