ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

FIP Paisagens Rurais atende mais de 1.000 produtores no Triângulo Mineiro

6 de julho 2021
Por Senar

O Programa FIP Paisagens Rurais, executado pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES, está atendendo 1.161 produtores inseridos na Bacia do Rio Tejuco, no Triângulo Mineiro. Com duração de dois anos, o programa oferece assistência técnica e gerencial gratuita e promove ações para a recuperação de pastagens degradadas, áreas de APP ou de reserva legal.

A maior parte do programa é desenvolvida em Minas Gerais, o que corresponde a 43% da meta nacional, com a expectativa de recuperar 45 mil hectares de pastagens degradadas e 3 mil hectares de passivos ambientais. O programa abrange os municípios de Uberaba, Veríssimo, Campo Florido, Uberlândia, Campina Verde, Prata, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Gurinhatã e Santa Vitória. Em todo o Brasil, 4 mil propriedades serão assistidas em sete estados.

A marca de 1.000 produtores mineiros atendidos foi alcançada em junho, quando mais sete técnicos passaram a fazer parte do programa. Hoje, a equipe é composta por três supervisores e 39 técnicos. “Mesmo com as adversidades e dificuldades da pandemia, conseguimos ultrapassar essa marca e, até setembro, vamos atingir nossa meta total de 1.782 produtores atendidos em Minas Gerais”, explicou o analista técnico do SENAR MINAS e coordenador do programa no estado, Ricardo Tuller.

“É um orgulho ter quase metade do programa na nossa região. Por causa da pandemia, o atendimento para a maioria dos produtores começou em outubro de 2020 e, agora, estamos avançando para completar a nossa meta”, comentou o gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Uberaba, Caio Oliveira.

O Projeto Gestão Integrada da Paisagem no Bioma Cerrado – FIP Paisagens Rurais é financiado com recursos do Programa de Investimento Florestal, por meio do Banco Mundial. A coordenação é do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, do MAPA, com parceria da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e do MCTIC, por meio do Inpe e da Embrapa.