CNA apresenta sistema de rastreabilidade vegetal no Agrinordeste
Carlos Frederico

Plataforma vai ajudar produtores de vegetais frescos a se adequarem à legislação

25 de setembro 2019
Por Instituto CNA

Brasília (25/09/2019) – Produtores de hortaliças e de frutas conheceram os detalhes do sistema de rastreabilidade Agritrace Vegetal, na quarta (25), durante a 27ª edição do Agrinordeste, em Olinda (PE). O evento é considerado o maior da categoria indoor do agronegócio no Norte e no Nordeste.

A plataforma digital, desenvolvida pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), permite o armazenamento de registros e informações para a aplicação da rastreabilidade ao longo da cadeia produtiva.

O coordenador administrativo do Instituto CNA, Carlos Frederico Ribeiro, mostrou como a ferramenta vai ajudar os produtores a se adequarem às exigências da Instrução Normativa Conjunta de 02/2018, do Ministério da Agricultura e da Anvisa, que trata sobre a rastreabilidade vegetal.

“Todos os produtores de vegetais frescos terão que se adequar à legislação até 2021, de acordo com o calendário específico para cada cadeia produtiva. O Agritrace possibilitará o registro de todos os dados utilizados na produção, desde a localização da propriedade, passando pelos insumos utilizados na produção, quantidade, numeração do lote, data de colheita e até as informações do comprador”, afirmou.