Acre

Reportagem do canal Terra Viva apresenta ações do Senar – AC em rede nacional

Assistência Técnica e Gerencial da cadeia produtiva do leite no Estado foi o assunto abordado pela equipe de Brasília

19 de fevereiro 2019
Por Senar

Produzida em janeiro deste ano e veiculada no último domingo (17/2), a reportagem do canal Terra Viva destacou, em rede nacional, as ações do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar – Acre) voltadas para a cadeia produtiva do leite no Estado. O foco da matéria foi o programa da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar.

Clique

No Acre, a ATeG Leite executa o projeto Evolui Leite, realizado em parceria com as equipes do SEBRAE e Governo do Estado. Neste primeiro momento, a equipe técnica do Senar selecionou 75 produtores rurais para adesão à assistência técnica, sendo que os acompanhamentos beneficiarão produtores em 10 municípios: Acrelândia, Brasileia, Epitaciolândia, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Senador Guiomard, Sena Madureira, Xapuri e Capixaba.

“Recebo essa oportunidade como uma grande vitória. Não só para mim, como para todos os produtores beneficiados com esse atendimento. A ATeG é muito importante, e já noto que a produção do leite vem aumentando a cada dia”, destacou o produtor Valdomiro Bento, um dos entrevistados pelo canal Terra Viva.

Stefanye Torres, coordenadora do projeto no Estado, explicou que o momento de sensibilização com todos os produtores foi finalizado neste mês, e que agora, a etapa de acompanhamento da evolução nas propriedades será executada. Para conclusão desta etapa, o Senar – AC prevê acompanhamento técnico e gerencial por um período de 2 anos.

“É ótimo ver como os produtores estão tendo noção da importância dessas atividades. O nosso objetivo é fortalecer a cadeia produtiva leiteira do Acre, ao mesmo tempo em que viabilizamos o desenvolvimento profissional dos produtores rurais. Com este apoio técnico pelo período de dois anos, esperamos que os próprios produtores vejam as propriedades como empresas”, disse Stefanye.

E o projeto de ATeG só tende a crescer ainda mais no Acre. Para os próximos meses, já estão sendo desenvolvidos os novos atendimentos para outras cadeias produtivas.

“Já estamos desenvolvendo os projetos de ATeG voltados para a pecuária de corte e para a mandiocultura. Queremos alavancar as cadeias produtivas do Acre e oportunizar o crescimento profissional dos nosso produtores rurais”, destacou Mauro Marcello Gomes Oliveira, Superintendente do Senar – AC.

Áreas de atuação