ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Reformulado, Programa Gestores Rurais tem piloto no Triângulo Mineiro

8 de novembro 2021
Por Senar

O Sistema FAEMG/SENAR/INAES começou neste mês um programa voltado para a formação de pessoas capazes de gerir uma propriedade rural sabendo lidar melhor com o ser humano e suas diferenças. A turma piloto, com 22 participantes, sendo dois de cada propriedade, foi mobilizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Campo Florido. Na modalidade de Aulas Virtuais ao Vivo (AVV), o programa é dividido em quatro módulos, de 10 horas cada, e ainda conta com duas consultorias para cada propriedade e um seminário final de apresentação dos relatos. Uma curiosidade: o nome oficial do programa será definido após o término do curso e sugestões dos participantes.

Os instrutores Walmes Batista Mendonça e Maria Tereza Gazzinelli Porto explicam que o programa é inspirado no “Gestores Rurais”, que foi desenvolvido no Paraná e, posteriormente, adaptado para Minas Gerais. “O objetivo é a capacitação de pessoas para atuarem na gestão das empresas rurais. Sabemos que muitos administradores têm dificuldade para lidar com pessoas, por isso queremos fazer com que eles tenham um maior conhecimento para sanar esse gargalo, e também estabelecer na empresa quais são as normas de convivência”, completou Walmes.

O conteúdo programático inclui temas como autoconhecimento, gestão do tempo, comunicação, administração de conflitos, liderança e gestão, trabalho em equipe, entre outros. O último módulo é dedicado ao treinamento de pessoas adultas, gerenciamento de rotina do gestor e de processos, e ao plano de ação. “Após cada módulo, eles têm uma lista de tarefas a serem executadas na semana de intervalo. As consultorias individuais de cada propriedade ocorrem depois do segundo e quarto módulos, para sanar as dúvidas dos participantes”, detalhou Walmes. Ao final do programa, a proposta é que eles tenham desenvolvido um manual do colaborador, com todas as normas e procedimentos que envolvem a propriedade.

“É um desafio grande, mas é preciso se preocupar com a formação das pessoas ligadas ao campo. O programa foi muito bem aceito, os participantes deram respostas positivas e saíram do primeiro módulo com muitas tarefas a serem aplicadas. Está sendo bem gratificante”, completou Maria Tereza Gazzinelli.

Na opinião do presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Campo Florido, Carlos Márcio Guapo, o programa vai formar pessoas que são importantes no campo, e que estarão mais preparadas para conduzir e orientar as suas comunidades. “Estamos plantando uma semente. Podem ter alguns ajustes nesta fase piloto, mas com certeza terá um bom resultado”, finalizou.

O encerramento da turma piloto está previsto para o dia 17 de dezembro, com o seminário final.

Avaliação positiva

“O curso é muito positivo porque abrange a administração da produção rural, não apenas em relação à logística, por exemplo, mas a parte de gestão de pessoas. Traz conhecimento para lidar com os funcionários, colaboradores, prestadores de serviço e para buscar melhorias na propriedade, sempre mantendo as pessoas antenadas com a evolução do setor. Estou gostando muito” - Marisa Malfer de Morais, produtora de leite em Ituiutaba.

“Minha expectativa é positiva, o primeiro módulo foi bastante produtivo, com uma semana intensa de atividades. O grupo é muito bom, os instrutores conduzem com a participação de todos. Tem sido gratificante e quero terminar com muito louvor” - Sérgio Margulhano, produtor de suinocultura e gado PO em Campo Florido.

“Trazer essa formação para a modalidade virtual vai facilitar a participação do público interessado em desenvolver suas habilidades de gestão e liderança” - Caio Oliveira, gerente regional em Uberaba do Sistema FAEMG/SENAR/INAES.