ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso do Sul

Ovinocultores atendidos pela ATeG do Senar/MS já comercializaram mais de R$ 300 mil em 2022
Ovinos web

27 de junho 2022
Por Senar

Nos seis primeiros meses deste ano os produtores rurais em ovinocultura atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar Mato Grosso do Sul comercializaram R$ 311 mil. Foram 491 animais com peso médio de 47 quilos por cabeça, a R$ 633,49. O preço por quilo dos ovinos foi de R$ 13,46 entre animais de abate, recria e de genética.

“É observado que a concentração de vendas dos produtores assistidos é realizada no 2° semestre em função dos preços e demanda do mercado. Já é possível avaliar a produtividade por hectares desses produtores que ficou em média de 30 kg/hectare de janeiro até o momento. Dessa forma espera-se um aumento de produção e receita para os produtores de ovinos para o 2° semestre”, explica o supervisor de campo da ATeG Ovinocultura, Custódio Junior.

Mercado – De acordo com a Embrapa Caprinos e Ovinos, entre janeiro e maio de 2022, o valor pelo quilo do animal vivo em Mato Grosso do Sul teve média de R$ 11,91, número 18,67% superior em comparação com o mesmo período do ano anterior, que fechou os primeiros cinco meses em R$ 10,04.

O rebanho de ovinos em Mato Grosso do Sul totalizou 403,5 mil animais, sendo Corumbá o primeiro lugar com mais de 20 mil cabeças, seguido por Ribas do Rio Pardo com 16 mil animais e Bela Vista com mais de 14 mil ovinos.

O Brasil ainda não exporta carne de ovinos em grande escala, mas entre janeiro e maio de 2022 embarcou para o exterior 25,1 toneladas e faturou US$ 256,7 mil, o que representou alta de 13,82% no volume embarcado quando comparado a 2021.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Vitor Ilis