ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul lidera ranking de exportações de tilápia no 1º semestre de 2021
Piscicultura assist Encia tecnica senar ms caderno do produtor 43

26 de julho 2021
Por CNA

Nos seis primeiros meses deste ano, Mato Grosso do Sul exportou US$ 2,077 milhões em tilápias congeladas e filés de tilápia (frescos, congelados e refrigerados), segundo números do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Este valor foi responsável por 36,74% da receita total de US$ 5,653 milhões que o país comercializou.

O principal destino das proteínas produzidas no estado foram os Estados Unidos que respondeu por aproximadamente 90% do faturamento, seguido pelo Canadá com 10%. Pará e Paraná são, respectivamente, o segundo e terceiro estados que mais exportaram a proteína no período.

Segundo a analista técnica do Sistema Famasul, Fernanda Oliveira, os números mostram a importante atuação de MS na piscicultura. “Estamos num momento de demanda aquecida, no mercado externo, principalmente. Ao mesmo tempo, durante a Pandemia foi verificado uma maior procura pela carne de peixe no Brasil segundo a Peixe BR, tendo em vista a necessidade de se diversificar as fontes de proteínas em casa, sendo a tilápia uma importante opção.”.

Auxílio na Produção

Falando em aumento na produção, a ATeG Piscicultura atendeu 154 propriedades no primeiro semestre de 2021. Nesse período foram 79 toneladas vendidas, somando mais de R$ 690 mil em receita para os produtores rurais assistidos pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS.

Os piscicultores que recebem o auxílio e supervisão dos técnicos de campo também contam com 990 mil peixes estocados e 66 hectares de lâminas d’água. Para mais informações sobre como aderir à Assistência Técnica e Gerencial acesse o link  senarms.org.br