Mato Grosso

Equipes alinham cronograma do ATeG + Genética
Bovinocultura Pasto Rafael Manzutti 29 scaled

Senar-MT e consultoria especializada estão definindo o cronograma do Programa ATeG + Genética

28 de julho 2022
Por Senar

Por: Assessoria de Imprensa/Senar-MT

Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT

Está previsto para setembro o início dos atendimentos do Programa ATeG + Genética. A iniciativa da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) visa o melhoramento genético dos animais das cadeias de pecuária de leite e de corte. Equipes envolvidas se reuniram nesta quarta-feira (27.07) para alinhar o cronograma.

O Programa consiste em uma consultoria a pecuaristas já atendidos pela ATeG do Senar-MT, com o objetivo de realizar o melhoramento genético do rebanho bovino e aumentar a qualidade do leite. “Será feito diagnóstico de gestação, inseminação artificial e escolha da melhor raça de acordo com a propriedade e o objetivo do produtor”, destacou o coordenador da ATeG do Senar-MT, Armando Urenha.

0

Reunião realizada nesta quarta-feira com Senar-MT e consultoria especializada

A consultoria será realizada pelo Instituto Biosistêmico (IBS), empresa especializada em pecuária e não terá custos aos produtores rurais. Segundo o médico veterinário e diretor de operações do Senar-MT, Carlos Augusto Zanata, mais conhecido como Guto Zanata, garantir o melhoramento genético do rebanho será mais uma das ações do Senar-MT para auxiliar os produtores rurais.

“A parte reprodutiva dos rebanhos é de suma importância porque é ali que está a continuidade da atividade, por isso já estávamos pensando nesse projeto há algum tempo e decidimos contratar uma empresa especializada para fazer esse diagnóstico e melhoramento genético que vão trazer um ganho de produtividade ao rebanho. O Senar-MT vai acompanhar, monitorar e, dessa forma, garantir o resultado esperado para as propriedades”

0

Bovinocultura de leite também será atendida

A partir de 1º de setembro, serão atendidos produtores da pecuária de leite das Regionais do Senar-MT de São José dos Quatro Marcos e Rondonópolis, que abrangem cerca de 30 municípios. O atendimento da pecuária de corte está previsto para início em 10 de outubro nas Regionais do Senar-MT de Juína e Campo Novo do Parecis, que contemplam cerca de 25 municípios.

A proposta é estender os atendimentos às demais regiões do estado, mas estima-se que inicialmente 600 propriedades de pecuária de leite já sejam beneficiadas pelo Programa, bem como 200 pecuaristas de corte.

Selo