Mato Grosso

Conexão AgriHub discute o uso de imagens na agricultura e pecuária
Whats App Image 2022 07 06 at 16 13 16

“Imageamento: Aplicabilidade prática na agricultura e pecuária”

6 de julho 2022
Por CNA

Com o objetivo de orientar o produtor rural sobre maneiras de identificar anomalias na lavoura, tomar ações corretivas ao longo da safra e obter melhores resultados nos sistemas integrados de produção agropecuária, o Conexão AgriHub Space promoveu um painel dia 1º de julho com especialistas no assunto. O tema em debate foi “Imageamento: Aplicabilidade prática na agricultura e pecuária”. A líder da Rede de Fazendas Alfa do AgriHub, Eloiza Zuconelli, mediou o evento.

 

O convidado Carlos Ribeiro, fundador e diretor executivo da Sensix, falou sobre a contribuição da tecnologia na geração de indicadores, insights e soluções inteligentes a partir de imagens, independentemente da ferramenta de captação, sejam elas de satélite ou drones, já que os indicadores extraídos são o que importam para auxiliar o produtor nas tomadas de decisões.

 

De acordo com o diretor da Sensix, decidir se faz mais sentido utilizar uma ferramenta ou outra, ou ambas, depende das tarefas que precisam ser executadas e das características dos dados que devem ser obtidos. Existem casos nos quais um satélite simplesmente não supre as necessidades do trabalho tão bem quanto um drone, assim como existem casos nos quais seria insensato tentar utilizar um drone se dados de satélite estiverem disponíveis. Para aplicações que necessitam de um alto nível de detalhamento no produto final, a melhor escolha ainda são os drones.

 

Exemplos – Já o imageamento de grandes áreas para fins gerais e sem um elevado índice de detalhamento no produto final como, por exemplo, monitoramento de questões ambientais em geral (queimadas e desmatamento) ou do vigor vegetativo de lavouras são casos típicos de uso de imagens de satélite.

 

O imageamento de lavouras com finalidade de prescrever taxas de aplicação variável de insumos pode ser realizado tanto utilizando drones quanto satélites, mas o uso de imagens de satélite para este fim costuma esbarrar em uma limitação: as imagens nem sempre estão disponíveis de forma ágil, o que pode criar a necessidade de aplicar o insumo em uma data diferente da originalmente prevista.

 

Conforme o gerente de controle de produção da Amaggi, Ricardo Moreira, as imagens de satélites são utilizadas há muito tempo pelos mais diversos setores. Porém, foram os avanços tecnológicos e a redução significativa dos custos que tornaram viável a aplicação em larga escala destas tecnologias na agricultura.  “Isto representa um grande potencial de avanço na busca pelo aumento da produtividade agrícola”.

 

Tecnologia digital – Guilherme Pontes Silva, da Koneksi Nutripura, destacou a evolução produtiva da pecuária e melhores resultados com o auxílio da tecnologia digital, a partir do uso de imagens.

 

Segundo ele, a tecnologia torna a atividade sustentável e rentável. Guilherme mostrou ainda resultados práticos, tendências do setor, hubs de conhecimento dentro da cadeia produtiva da pecuária e demonstrou como em manejo de pastagem de uso intensivo as imagens são ferramentas valiosas para a tomada de decisão.

 

Além das apresentações, os convidados responderam perguntas dos internautas e dos participantes presenciais.

 

Nos próximos Conexões serão abordados temas sobre LGPD, impacto da tecnologia para os profissionais do agro e tecnologias digitais para gestão de insumos. O link de inscrição é sempre o mesmo https://agrihub.com.br/conexao/ e na página é possível conferir o calendário dos próximos eventos.

 

Para assistir a live na íntegra acesse o canal do AgriHub no YouTube:  

https://www.youtube.com/watch?v=7rtcRCgGozA

 

Ascom Famato