ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

CNA participa de visitas na Indonésia e faz contato com empresas interessadas no agro brasileiro
Jacarta abre

Vice-presidente e diretora de Relações Internacionais integram missão ao Sudeste Asiático

23 de setembro 2022
Por CNA

Brasília (23/09/2022) – Na passagem pela capital da Indonésia, Jacarta, na quinta (22) e sexta (23), os representantes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) realizaram visitas e receberam informações sobre economia, ambiente regulatório, comércio exterior e investimentos do país, um dos destinos da missão brasileira à Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean).

O vice-presidente de Relações Internacionais da CNA, Gedeão Pereira, e a diretora Sueme Mori integram o grupo de instituições que participam da missão de prospecção do Ministério das Relações Exteriores a quatro países da Asean: Filipinas, Indonésia, Singapura e Malásia.

A agenda começou com apresentações de embaixadores, da Câmara de Comércio e Indústria da Indonésia (Kadin), do Ministério de Coordenação para Assuntos Marítimos e Investimentos, do Ministério das Finanças e do Instituto para o Desenvolvimento da Economia e Finanças (Indef) em um seminário no Hotel Four Seasons.

Seminário

À tarde, os representantes da CNA participaram de reuniões setoriais e três empresas sediadas na Indonésia demostraram interesse em fazer negócios com o Brasil.

“Tivemos excelentes reuniões de negócios, principalmente em relação à carne bovina, além de um potencial para a cadeia das frutas. É um país promissor, que cresce de 5% a 6% ao ano e muito preocupado com a segurança alimentar”, afirmou Pereira.

A organização Faraya Manson Surindo produz carvão para narguilé a partir da casca de coco e pediu informações sobre a produção de coco no Brasil para investir no produto.

O grupo FKS, holding focada em alimentos, infraestrutura e propriedade no Sudeste Asiático, importa 5,5 milhões de toneladas de produtos do agro sendo 2 milhões de açúcar e o resto em grãos e está querendo ampliar as exportações com o País. A Great Giant Livestock (GGL), terceiro maior confinamento de gado na Indonésia, quer comprar gado em pé do Brasil.

Reuniões em Jacarta.

“O Brasil ainda não está habilitado para exportar gado em pé para Indonésia, a gente está no processo e tem expectativa boa de abrir esse mercado. Além disso, eles querem testar outros tipos de ração para os animais que hoje são alimentados com casca de abacaxi, mas pensam em bagaço de citrus, farelo de soja e nos pediram apoio para contatar fornecedores no Brasil”, afirmou Sueme Mori.

Na sexta (23), o grupo visitou o supermercado Ranch Market, para conhecer os produtos comercializados como carnes, peixes, frutas, legumes e verduras.

Mercado local de Jacarta.

Em 2021 o Brasil embarcou cerca de US$ 7,4 bilhões em produtos agropecuários para o Sudeste Asiático. Esse valor representa 7,37% das exportações brasileiras do setor em questão. Os principais produtos exportados foram farelo de soja, açúcar, algodão, carne bovina, trigo, fumo, milho, café solúvel, café verde e gelatinas.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação