CNA levanta custos de produção de cana-de-açúcar em Goiás
Cana de acucar

Custo com insumos alcança até 54% do Custo Operacional Efetivo

22 de setembro 2022
Por CNA

Brasília (22/09/2022) – O Projeto Campo Futuro levantou os custos de produção de cana-de-açúcar em Goiatuba e Quirinópolis, em Goiás. Os painéis ocorreram na segunda (19) de forma presencial.

A assessora técnica da CNA, Danyella Bonfim, acompanhou os painéis. “Apesar do maior potencial produtivo em relação aos painéis anteriores, os desafios impostos pela alta nos preços dos insumos refletiram nos resultados”, avaliou.

De acordo com os dados levantados, os produtores das duas regiões estão conseguindo cobrir o Custo Operacional Total (COT). “As margens são positivas, mas a receita não tem sido suficiente para cobrir os custos da terra e do capital”, disse Danyella.

Em Goiatuba, os insumos representaram 54% do Custo Operacional Efetivo (COE). O fertilizante foi o principal item que pesou no bolso do produtor rural. Já em Quirinópolis, os desembolsos com insumos alcançaram 47% do COE.

Campo Futuro Quirinopolis

Para a realização das análises a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) teve o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), da Associação de Fornecedores de Cana (AFC), Associação de Produtores de Cana de Goiás (Aprocana) e Pecege (Esalq/USP).

Assessoria de Comunicação CNA

Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor

cnabrasil.org.br

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

youtube.com/agrofortebrasilforte   

 

 

 

Áreas de atuação