ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

CNA discute criação de mercado de redução de emissões no Brasil
32992944934 96e7cbfa51 c

O assunto é tema do Projeto de Lei nº 528/21 e foi abordado em audiência pública na Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados

17 de setembro 2021
Por CNA

Brasília (17/09/2021) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) discutiu, na sexta (17), na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, a criação de um mercado brasileiro de redução de emissões, proposta do Projeto de Lei n.º 528/2021, que vai regular a compra e venda de créditos de carbono no País.

Consultor de Meio Ambiente da Confederação, Rodrigo Justus pontuou a importância da proposta, mas ressaltou a necessidade de ajustes no texto, além de uma análise do cenário internacional devido à proximidade da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26) em novembro, em Glasgow, Escócia.

“Reconhecemos a importância do tema, mas entendemos que devemos ter prudência, não sendo o momento de aprovar um texto agora, seja pela necessidade de aprofundamento de estudos e discussões ou porque ainda não temos a regulamentação internacional do artigo 6º do Acordo de Paris que trata do mercado de carbono.”

Justus afirmou que o setor agropecuário é um dos principais afetados pelas mudanças climáticas e que tem investido em tecnologias para redução das emissões. Abordou também o fato de que criar o mercado de carbono nesse momento e taxar as atividades econômicas pode gerar mais desigualdade no campo.

Áreas de atuação