ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

CNA avalia produção de feijão na safra 2022/2023
Feijao

Tema foi tratado na reunião da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas

28 de setembro 2022
Por CNA

Brasília (28/09/2022) – A Comissão de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniu, na terça (27), para tratar sobre as perspectivas de produção e comercialização de feijão na safra 2022/2023.

O tema foi abordado pelo superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Allan Silveira. A área destinada para o feijão na safra 2022/2023 deve ficar em torno de 2,8 milhões de hectares, redução de 1,08% em relação à safra 2021/2022.

Segundo ele, a produção total também deve sofrer uma retração, alcançando pouco mais de 3 milhões de toneladas, mas ainda suficiente para o abastecimento interno. A perspectiva apresentada é sustentada em fatores como maior perda de área para as lavouras de soja e milho, adversidades climáticas e crise hídrica, visto que a 3ª safra depende de irrigação.

O vice-presidente da Comissão de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA, José Borghi, explicou que o preço dos insumos e a relação custo-benefício de outras culturas são fatores que provocaram a diminuição na área plantada, mas ele pontua que o volume colhido vem crescendo em estados como o Paraná.

Durante a reunião, o assessor técnico do Senar, Gabriel Sakita, falou sobre o lançamento do curso gratuito e a distância curso gratuito e a distância “Produção e Comercialização de Feijão-comum e Feijão-caupi”.

O curso, gratuito e online, abordará a produção de pulses no Brasil; a produção de feijão-comum e de feijão-caupi e o planejamento das lavouras, além de apresentar a importância econômica e social desses alimentos.

Os interessados precisam ver a disponibilidade de vagas no site https://ead.senar.org.br

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-4135/1421/1447
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte