Publicações

Ipca
11 de junho de 2022
IPCA SOBE 0,47% EM MAIO E ACUMULA ALTA DE 11,73% NOS ÚLTIMOS 12 MESES
banner.png

No mês de maio, pelo segundo mês seguido, todos os grupos, exceto habitação (-1,70%) tiveram alta nos preços. A queda no grupo é reflexo da mudança na bandeira tarifária de energia elétrica em 16 de abril, que saiu da bandeira de escassez hídrica, em vigor desde setembro de 2021, para bandeira tarifária verde, onde não há cobrança extra na conta de luz.

As maiores altas do IPCA em maio foram dos grupos vestuário (2,11%) e transportes (1,34%). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a alta nos transportes é devido, principalmente, a alta nas passagens aéreas, de 18,33%, sendo também o maior impacto individual no índice para o mês de maio (0,08 p.p.). A alta de 1,34% nos transportes, porém, é uma desaceleração em relação ao mês anterior, quando a alta foi de 1,91%.

Áreas de atuação