Publicações

Campo futuro
9 de dezembro de 2021
Análise dos resultados do confinamento de bovinos machos no segundo giro de 2021 e expectativas para 2022
banner.png

O mês de outubro de 2021 foi marcado por incertezas no mercado do boi gordo, resultado da suspensão dos envios de carne brasileira para a China. A situação já dura mais de dois meses, e resultou em uma queda de 49% no volume de carne bovina que foi exportado em comparação a outubro/2020.

Como consequência, os preços da arroba caíram no mercado brasileiro em setembro e outubro, chegando aos menores patamares desde dezembro de 2020. Neste cenário, os produtores que optaram por um segundo giro do confinamento e não operaram no mercado futuro para garantir suas margens se depararam com um dilema: arcar com o prejuízo resultante da queda da arroba, ou retornar seus animais já terminados para as pastagens, e aguardar possível reação nos valores da arroba.

Desta forma, visando avaliar o desempenho econômico dos confinamentos nacionais durante o segundo giro, bem como analisar a situação dos custos preparatórios para a operação no ano de 2022, estimou-se com base nos dados do Projeto Campo Futuro (CNA/Senar) o resultado de sistemas de produção de confinamento de bovinos machos.

Áreas de atuação