ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Santa Catarina

Formadas mais duas turmas do curso Técnico em Agronegócio de São Joaquim
13

O vice-presidente de finanças da Faesc e presidente do Sindicato Rural de São Joaquim, Antônio Marcos Pagani de Souza, conduziu a cerimônia

15 de fevereiro 2022
Por Senar

Em uma solenidade marcada por alegria e emoção, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), juntamente com o Sindicato Rural de São Joaquim, formou mais duas turmas do polo de São Joaquim no Curso Técnico em Agronegócio. O evento ocorreu no último sábado (12), no auditório da EEB. Martinho de Haro.

O vice-presidente de finanças da Faesc e presidente do Sindicato Rural de São Joaquim, Antônio Marcos Pagani de Souza, conduziu a cerimônia e reconheceu o desempenho dos novos técnicos que não mediram esforços para concluir a formação mesmo em meio às dificuldades geradas pela pandemia.  “Quero registrar minha satisfação em formar a 5ª e a 6ª turmas do polo de São Joaquim no curso Técnico em Agronegócio. A partir de agora, o mercado conta com mais 31 profissionais capacitados para levar ao campo e às empresas do setor os avanços tecnológicos e técnicas inovadoras que contribuirão para a melhoria da produtividade das propriedades e empresas do agronegócio da região”.

A coordenadora regional do Curso Técnico em Agronegócio, Katia Zanela, complementou que o curso tem contribuição significativa na formação de profissionais preparados para o mercado. “Nossos técnicos estão empreendendo cada vez mais no agronegócio, estão mudando a realidade das propriedades rurais e muitos estão sendo contratados pelas cooperativas e outras empresas do setor. Temos orgulho em perceber que a formação que leva o nome do Sistema Faesc/Senar-SC está transformando o setor com excelentes profissionais”.

Para finalizar, Pagani destacou que o Senar/SC está transformando vidas por meio de suas ações e mencionou que recebeu excelentes feedbacks sobre a formação e sobre a solenidade de formatura. “É um orgulho para nós ouvirmos tantos reconhecimentos pela qualidade do Curso Técnico em Agronegócio e pela organização da cerimônia que agradou a todos”.

A solenidade também contou com a presença da vice-prefeita Ana Melo, da supervisora do Senar/SC Stephanye Fanton e do secretário da Educação Fabiano Padilha.

SOBRE O CURSO

Reconhecido pelo MEC e pelo Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas (CFTA), o curso contou com carga horária de 1.230 horas e esteve dividido da seguinte forma: 80% a distância e 20% com aulas presenciais. Ao longo das atividades, os alunos conheceram técnicas de gestão, de comercialização e como atuar na execução de procedimentos para planejar e auxiliar na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural. Além disso, os encontros presenciais oportunizaram acesso a visitas técnicas em propriedades rurais para conhecer a realidade do agronegócio catarinense.

Segundo o superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antônio Zanluchi , a iniciativa é gratuita e prioriza o acesso às vagas para agricultores familiares ou médios produtores, bem como profissionais de assistência técnica e extensão rural. Também enfatizou a satisfação em acompanhar o engajamento e o comprometimento dos novos técnicos não somente de São Joaquim como dos demais polos do Estado. “Neste ano, novas turmas estão iniciando e nossas expectativas são as melhores, pois temos consciência da qualidade dessa formação gratuita que se destaca em todo o Estado. Parabéns aos novos técnicos de São Joaquim e região”.

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo , cumprimentou a turma de São Joaquim e todos os profissionais envolvidos no curso por mais uma formatura no município. “Temos orgulho por contribuir com a qualificação técnica destinada, prioritariamente, a quem atua no campo. Pelo histórico bem-sucedido das diversas turmas já formadas no Estado, temos a certeza de que esses novos profissionais terão grandes oportunidades de crescimento na carreira, além de contribuírem também para o desenvolvimento de propriedades rurais e empresas do setor na região”.

14 220214 205822