ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Expansão agrícola do nortão de MT provoca realização de eventos do agro
Sindicato de colider

Colíder se prepara para receber o 1º Show Rural de 13 a 16 de julho

10 de junho 2022
Por Senar

Crop AgroComunicação | Show Rural

O norte de Mato Grosso tem expandido a produção de grãos nas últimas safras. Na região de Colíder, que abrange outros seis municípios, em uma área total de 3 milhões de hectares, a economia que antes era movimentada pela pecuária de corte e de leite, agora tem dado espaço para a agricultura. O cenário provocou a realização de feiras de negócios, como o Show Rural Colíder, que acontecerá de 13 a 16 de julho, no parque de exposições da cidade.

Promovida pelo Sindicato Rural, o 1ª Show Rural Colíder vai oferecer exposição de máquinas e implementos agrícolas, insumos agropecuários, e ainda palestras técnicas. A abertura dos portões será às 8h com encerramento às 18h. O objetivo é proporcionar um espaço de negócios do setor produtivo e agregar conhecimento para agricultores, pecuaristas, profissionais do setor e estudantes.

A característica econômica da região de Colíder que abraça os municípios de Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Terra Nova do Norte, Nova Santa Helena, Itaúba e Marcelândia, é historicamente voltada para pecuária de corte e leiteira, construída com pequenos e médios produtores. A localidade possui cerca de 1,67 milhão de cabeças de gado. A produção de grãos tem ganhado destaque nos últimos anos, com produção de soja e milho em 350 mil hectares.

De acordo com o diretor financeiro do Sindicato Rural de Colíder, Luiz Antonio B. Pavoni, a entidade tem acompanhado a expansão agropecuária da região. Ele pontua que por lá há um bom desenvolvimento do setor com a chegada da agricultura, já que as áreas têm custo-benefício menor e já possuem mais produtividade, se comparadas com as terras do médio-norte de Mato Grosso, por exemplo.

“Excelentes resultados de produtividade desde a primeira safra na área. Mesmo com incremento da agricultura o rebanho bovino não diminuiu, mas se manteve, mesmo cedendo parte da área para produção de grãos. A gente vê o bom funcionamento da integração lavoura-pecuária na nossa região”, explicou Pavoni.

Presidente do Sindicato Rural de Colíder, Ronaldo Vinha conta que a realização de uma feira de negócios voltada ao agro foi um pedido dos produtores da região, justamente pelo avanço da produção de grãos por lá. Além disso, o município está a 632 quilômetros de Cuiabá e cerca de 150 quilômetros de Sinop.

“A feira é para atender a demanda existente, e que de acordo com as expectativas apontadas para região tendem a aumentar. Os próprios produtores estão vendo a necessidade de as empresas chegarem até a nossa cidade. A nossa ideia é fazer uma feira completa, voltada tanto para pecuária, mas trazendo novidades também para agricultura. Os expositores estão se empenhando em mostrar o que há de mais moderno em máquinas, implementos, técnicas para agricultura familiar, pecuária leiteira e de corte”, explicou.

As expectativas da diretoria são “as melhores possíveis”, segundo o presidente. “Estamos bastante satisfeitos com tudo que está acontecendo, mas a diretoria está toda empenhada e temos certeza de que será uma excelente feira. Nosso diferencial é ser novidade na região”, destacou Ronaldo Vinha.

A programação de palestras técnicas também foi elaborada de maneira diversificada. Vale destaque para a do engenheiro agrônomo e mestre em ciência do solo e pesquisador da Raízes Consultoria, Leandro Zancanaro. Ele vai falar sobre o “Uso racional de fertilizantes e nutrição de plantas”, no dia 13 de julho. Também a do produtor rural e ex-presidente da Jacto Shiro Nashimura vai falar sobre “Sucessão Familiar”, no dia 14/07. E para palestra magna do comentarista e apresentador da Jovem Pan, Caio Coppolla, no dia 16 de julho, que fará “Uma leitura otimista do Brasil”.

A organização conta ainda com apoio da Prefeitura Municipal de Colider, que irá promover palestras técnicas voltadas à agricultura familiar e pecuária leiteira no dia 15 de julho. “O foco é fomentar o pequeno produtor, buscando melhorias na sua produtividade, redução de custos, assim como buscar a diversificação na sua atividade”, explicou o presidente.

PROGRAMAÇÃO

No dia 13 de julho às 9h acontece a abertura oficial da feira com a presença de autoridades. Logo mais às 10h30 começa a primeira palestra do dia, com engenheiro agrônomo e mestre em ciência do solo e pesquisador da Raízes Consultoria, Leandro Zancanaro. Ele vai falar sobre o “Uso racional de fertilizantes e nutrição de plantas. Às 14h tem a ministração sobre “Oportunidades e desafios do mercado de grãos”, com o consultor de gerenciamento de riscos da Stonex, Vagner Block Camerini. Já às 15h30 o zootecnista e doutor em nutrição animal que é diretor técnico da Fortuna Nutrição Animal, Thiago Alves Prado, vai falar sobre “Pecuária usando agricultura como aliada”.

No dia 14 de julho tem palestras sobre pecuária. Às 9h o produtor rural e ex-presidente da Jacto Shiro Nashimura vai falar sobre “Sucessão Familiar”. Já às 10h30 tem palestra sobre “Gerenciamento e Execução: onde podemos maximizar os lucros da pecuária?”, com Welton Cabral, diretor executivo da Gesta’up. Para falar sobre “Ultrassonografia de carcaça na evolução da pecuária brasileira”, às 14h, a organização convidou o médico veterinário da Pecus Tecnologia Pecuária, Matheus Silva Vieira. Terá também a palestra sobre “Eficiência reprodutiva e uso de aditivos. Como podemos otimizar os resultados da cria?”, que será às 16h com médico veterinário e assistente da Zoetis, Fabio Talayer Torres. E às 16h30 terá a palestra sobre “Os desafios da pecuária de corte na fase de cria. Como diferenciar um bezerro para o mercado cada vez mais exigente”, ministrada pelo médico veterinário Clóvis Kryzanski e pelo zootecnista Renildo Rocha, ambos da Nutrizanski.

Para o dia 15/07 a programação está da seguinte maneira: às 8h30 palestra sobre “Gestão financeira na Agricultura Familiar”, com a Sicredi Grandes Rios. Às 9h30 o ex-secretário de agricultura familiar de Mato Grosso, Silvano Amaral, vai falar sobre “Políticas públicas do governo estadual”. Para às 10h20 o médico veterinário e médico em produção animal, Gustavo Rafael de Oliveira Silva, falará sobre “Diversificação na produção, com alternativa de redução de custos de produção para a atividade leiteira”.

Para a tarde do dia 15 de julho, a partir das 13h, está programada a palestra do superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Cleiton Gauer. Ele vai falar sobre “Custos de produção de leite: um desafio ou uma oportunidade?” Já às 14h o Luciano Lopes da Embrapa falará sobre “Estratégias essenciais para a promoção de ganhos produtivos”. E às 15h terá palestra sobre “Os desafios da produção de leite como um negócio”, com o presidente da Coopernova, Daniel Robson.

No último dia, 16 de julho, terá a palestra magna, às 10h, com o apresentador do canal Jovem Pan News, Caio Coppolla, que fará sobre “Uma leitura otimista do Brasil”. O encerramento da feira será com um festival de churrasco inédito, o Show Rural na Brasa, a partir das 12h.

Com Crop Comunicação