Espírito Santo lança Programa de Regularização Ambiental Produtiva
Pravaler es

Sistema CNA e parceiros lançaram na quinta (9) o PRAVALER no estado

9 de junho 2022
Por CNA

Brasília (09/06/2022) – O Sistema CNA/Senar lançou, na quinta (9), o Programa Nacional de Regularização Ambiental Produtiva (PRAVALER) no Espírito Santo durante a Tecnoagro 2022, em Linhares.

A iniciativa é uma parceria do Sistema com a Embrapa, Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e apoio da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ).

O foco é desenvolver ações que identifiquem gargalos na regularização ambiental e auxiliem o produtor rural a recompor os passivos da propriedade por meio de apoio técnico e implementação de tecnologias de baixa emissão de carbono.

Durante a cerimônia, o presidente do Sistema Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Espírito Santo (Faes) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/ES), Júlio Rocha, assinou o acordo de cooperação técnica com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Pesca (Seag).

Julio Rocha ES

“Estou feliz por esse momento estar acontecendo aqui, porque temos que reconhecer que Linhares é o berço do setor primário no estado, tem capitaneado tecnologia para o agro e tenho certeza que com o PRAVALER vamos colher muitos frutos”, afirmou Rocha.

Para o presidente do Sistema Faes/Senar, o PRAVALER vai ajudar o estado a construir os critérios da regularização ambiental buscando soluções viáveis para o produtor rural.

“O PRAVALER vai normatizar as questões do andamento e da execução do Programa de Regularização Ambiental (PRA) que tantos benefícios trará para o produtor rural.”

Assinatura do Pra Valer

Mário Louzada, secretário de Agricultura, destacou que o “PRAVALER brinda a equipe florestal do estado”, que tem trabalhado para validar o Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Espírito Santo. “O estado é o que mais validou CAR no País e também vamos colocar o PRA e o PRAVALER para acontecer”.

O coordenador técnico do Senar/ES, Murilo Pedoni, explicou as etapas do programa e como ele vai acontecer no estado.

Murilo senar es

Segundo ele, a iniciativa começou com a mobilização dos atores estaduais, definição de área piloto e beneficiários, identificação dos passivos ambientais e dos critérios ambientais para o PRA, seguindo para os próximos passos que é a elaboração dos projetos de recuperação, o monitoramento e os incentivos para a regularização ambiental.

“O PRAVALER busca a regularização ambiental produtiva da propriedade e aqui no estado o setor produtivo tem um diálogo franco com o Idaf, o que possibilita promover as políticas públicas para a regularização ambiental”.

Pedoni ressaltou que o lançamento do programa na Tecnoagro foi significativo. “Lançamos em Linhares porque foi onde tudo começou com o projeto Biomas, em 2010, que trouxe resultados de pesquisa para não começarmos do zero.”

Fabrício Zanzarini, gerente de Licenciamento e Controle Florestal do Idaf, falou sobre o CAR e afirmou que o Espírito Santo tem 161,7 mil hectares de vegetação nativa mapeada que precisa de recuperação. Até o momento, o estado tem mais de 3,5 milhões de hectares inscritos no cadastro, dos quais 59% já estão validados.

Fabricio idaf es

“Temos 105 mil propriedades inscritas e 75 mil com dados validados. O que o PRAVALER pretende é recuperar essas áreas com produção e nossa ideia de fazer pilotos em municípios das regiões norte e sul é para termos modelos do programa em áreas planas e montanhosas que servirão para quando formos replicar nos demais estados”.

O programa vai iniciar com pilotos em Jaguaré e São Mateus, na região Norte, e Cachoeiro do Itapemirim, Jerônimo Monteiro, Atílio Vivacqua, Muqui e Rio Novo no Sul do estado, nas cadeias do café e pecuária de leite e corte.

“Realizar o PRAVALER no Espírito Santo é muito significativo porque foi onde implantamos a área experimental do Projeto Biomas em 2010 justamente para testarmos soluções tecnológicas para o produtor rural produzir e se adequar ambientalmente. Com o programa temos a oportunidade de aplicar esses resultados no campo, entregando ao produtor rural essas tecnologias”, afirmou Cláudia Mendes, assessora técnica da Coordenação Nacional do programa.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação