ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Dias de Campo iniciam na quinta-feira pela região oeste
04 abr ateg cna band casos de sucesso 13 scaled

Nesta quinta-feira (09.06), iniciará a programação dos 100 Dias de Campo da ATeG do Senar-MT

6 de junho 2022
Por Senar

A partir desta quinta-feira (09.06) inicia a programação de Dias de Campo. Eles serão realizados pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), em parceria com os Sindicatos Rurais. A primeira etapa que vai de 09 a 11 de junho ocorrerá em municípios da região oeste do estado.

Nessas datas serão realizados dois eventos de Dias de Campo simultaneamente. Na quinta-feira serão nas cidades de São José dos Quatro Marcos, sobre olericultura; e em Comodoro, sobre piscicultura. Na sexta-feira, haverá Dias de Campo em Figueirópolis d’Oeste, sobre pecuária de corte; e Nova Lacerda, sobre piscicultura. A programação de sábado contará com eventos em Jauru e São José dos Quatro Marcos, ambos sobre pecuária de corte.

0

Olericultura será uma das cadeias produtivas abordadas nesta primeira etapa

Os Dias de Campo ocorrerão no período matutino, são gratuitos ao público, destinados a parceiros, estudantes das ciências agrárias e todos os produtores rurais, mesmo que não sejam atendidos pela ATeG. Os interessados devem procurar o Sindicato Rural que atende cada um dos municípios. No caso de Figueirópolis d’Oeste é o Sindicato de Araputanga e quem atende Nova Lacerda é o Sindicato Rural de Comodoro. As demais cidades possuem Sindicatos locais.

Segundo o coordenador da ATeG do Senar-MT, Armando Urenha, os participantes poderão esclarecer dúvidas e aprofundar conhecimentos. “Os Dias de Campo ocorrem em propriedades atendidas pela ATeG. O que é desenvolvido naquela propriedade será compartilhado com o público presente. Os participantes poderão levar aquele conhecimento adquirido para aplicar no dia a dia da sua propriedade”.

A ideia é que em 2022 sejam realizados 100 eventos de Dias de Campo, sobre nove cadeias produtivas, entre os meses de junho e julho. A primeira etapa é entre os dias 09 e 11 de junho e a segunda etapa entre os dias 28 de junho e 14 de julho. Ao longo da programação, haverá dias com até oito eventos simultâneos no estado.

Confira os principais temas nas cadeias produtivas desta primeira etapa:

Bovinocultura de corte – na área de corte serão tratados dois principais temas: nutrição e manejo de tropa. Os pecuaristas ampliarão conhecimento sobre concentrados energéticos, fórmulas de suplementos, estimativa de consumo, embuçalar e cabrestear, guia ou redondel etc.

Olericultura – os olericultores aprenderão sobre manejo de irrigação e produção de mudas. Mais especificamente sobre operação do equipamento de irrigação, determinação de umidade no solo, manejo das mudas e do viveiro, tipos de substratos utilizados e seus tratamentos etc.

Piscicultura – os principais temas serão sobre manejo sanitário e beneficiamento da produção. Dentro desses assuntos estão a importância do vazio sanitário, qualidade da água, povoamento de viveiro, vacinação para peixe, legislação básica de pescado, pré e pós despesca, principais cortes, agregação de valor.

Programação da primeira semana

Semana 1

09/06
São José dos Quatro Marcos – olericultura

Comodoro – piscicultura

10/06

Figueirópolis d’Oeste – pecuária de corte

Nova Lacerda – piscicultura

11/06

Jauru – pecuária de corte

São José dos Quatro Marcos – pecuária de corte

imagem