Dia do Citricultor – Produtores garantem competitividade da citricultura brasileira
Card dia do citricultor

O Sistema CNA/Senar parabeniza todos os citricultores que geram crescimento socioeconômico para o país

8 de junho 2022
Por CNA

Brasília (08/06/2022) – O dia 8 de junho foi a data escolhida para celebrar o “Dia do Citricultor” e relembrar a importância do profissional que se dedica ao cultivo de laranjas, limões, limas, tangerinas e outras frutas cítricas. O Sistema CNA/Senar parabeniza todos os citricultores que geram crescimento socioeconômico para o país.

As frutas cítricas são alimentos ricos em vitamina C e fibras e fundamentais para o fortalecimento dos ossos e no auxílio da digestão. Por serem consideradas frutas mais ácidas, o consumo dos citros é mais comum na forma de sucos e sobremesas.

O Brasil é líder mundial na produção de laranja. De acordo com levantamento do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), a safra 2022/2023 está estimada em 316,95 milhões de caixas de 40,8 quilos no cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro. O valor corresponde a um aumento de 20,53% com relação à última safra.

A citricultura está presente em todo o território nacional, mas os estados de São Paulo e Minas Gerais ocupam posição de destaque no país. O município de Casa Branca, no interior paulista, é o maior produtor de laranja do Brasil.

Além de ser o maior produtor de laranja, o Brasil também é líder na exportação do suco da fruta. Na safra 2021/2022 até fevereiro, os embarques de suco de laranja brasileiro atingiram 658.448 toneladas. Em receita, as exportações somaram US$ 1,067 bilhão, de acordo com a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR).

Os principais destinos do suco brasileiro são a Europa, com participação de 63,32%, seguida dos Estados Unidos com 20% e China (7,87%). Conforme dados da CitrusBR, o mercado europeu comprou mais de 416 mil toneladas. Em faturamento, as vendas chegaram a US$ 682,1 milhões.

imagem

Além da laranja, o limão também ocupa posição de destaque na fruticultura brasileira. O Brasil é o quinto maior produtor mundial, atrás apenas da Índia, México, China e Argentina. A fruta está entre as cinco mais produzidas e exportadas pelo país.

De acordo com a Pesquisa Agrícola Municipal (PAM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2020 o Brasil produziu mais de 1,5 milhão de toneladas de limão em uma área de 58 mil hectares, com produtividade de média de 27 toneladas por hectare.

Do total produzido, o estado de São Paulo foi responsável por 1,1 milhão de toneladas, se destacando como o maior produtor de limão do país. Em seguida, aparece o estado do Pará com 159 mil toneladas, Minas Gerais com 89 mil e Bahia com 70 mil toneladas.

Com relação às exportações, o volume embarcado em 2021 pelo Brasil foi de 144,9 mil toneladas, um aumento de 21,4% com relação ao ano anterior. Os principais mercados foram os Países Baixos (102,6 mil toneladas) e Reino Unido (20,4 mil toneladas).

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-4135/1421/1447
  flickr.com/photos/canaldoprodutor
  twitter.com/SistemaCNA
  facebook.com/SistemaCNA
  instagram.com/SistemaCNA
  facebook.com/SENARBrasil
  youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação