ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

CNA discute desenvolvimento da cadeia de fibras naturais
Camara setorial fibras naturais

Confederação participou da reunião da Câmara Setorial do Mapa na terça (20)

21 de setembro 2022
Por CNA

Brasília (21/09/2022) – A CNA participou, na terça (20), da reunião da Câmara Setorial de Fibras Naturais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que discutiu ações para o desenvolvimento do setor como a promoção das cadeias da juta, malva, sisal e bambu.

O assessor técnico da Comissão Nacional de Desenvolvimento da região Norte da CNA, José Henrique Pereira, acompanhou a reunião e disse que será criado um grupo de trabalho para promover a juta e a malva.

“A CNA apoia o desenvolvimento de uma agenda positiva para o incremento e fomento da cadeia relacionada à produção de fibras naturais na região Norte, em especial a cadeia da juta e malva, sisal e bambu. A ideia é promover a produção nacional para reduzir a necessidade de importação de fibras”, afirmou Pereira.

Outra iniciativa dos membros foi enviar ao ministro da Agricultura um pedido para elaboração de um Termo de Execução Descentralizada (TED) para promover a cadeia do sisal, além da proposta de criação do Plano Nacional do Sisal.

Também foi apresentada para os membros uma proposta de parceria entre o Centro de Pesquisas e Aplicação da Fibra Bambu e outras Fibras Naturais da Universidade de Brasília (CPAB/UnB) com a Câmara Setorial. A ideia é auxiliar na organização e divulgação do 4° Seminário Nacional de Fibras Naturais, que acontecerá em novembro em Pirenópolis (GO).

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação