Publicações

Pib do agro
20 de setembro de 2022
Alta dos custos pressiona PIB do Agronegócio no primeiro semestre recuo de 2,48%
banner.png

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro, calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), recuou novamente no segundo trimestre de 2022 (-1,7%). Com isso, a queda do PIB acumulada no primeiro semestre chegou a 2,48%. O cenário geral explicitado no trimestre anterior se manteve, com a redução sendo resultada em grande medida da forte alta dos custos com insumos no setor, tanto na agropecuária quanto nas agroindústrias.

É importante ressaltar novamente que tal retração se verifica frente ao patamar recorde de PIB alcançado em 2021. Considerando-se os desempenhos parciais da economia brasileira e do agronegócio, estima-se que a participação do setor no PIB total fique por volta de 25,5% em 2022, pouco abaixo dos 27,5% registrados em 2021.

Áreas de atuação