Senar participa de seminário sobre cooperação sino-brasileira em educação profissional
Andre Sanches Brasil China

O evento reuniu diversas entidades de educação profissional dos países para troca de experiências e discussão sobre parcerias

18 de fevereiro 2022
Por Senar

Brasília (18/02/2022) – O diretor de Inovação e Conhecimento do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), André Sanches, apresentou na sexta (18) as iniciativas educacionais da entidade durante o seminário de Cooperação Brasil-China.

O evento reuniu diversas entidades de educação profissional dos países para troca de experiências e discussão sobre parcerias e intercâmbios na área de educação sino-brasileira.

“Toda troca de informação é bem vinda, especialmente considerando a importância da China como parceira comercial do Brasil em produtos do agro”, disse. “Esperamos que essa parceria continue proveitosa para todos os lados".

Sanches falou sobre o itinerário formativo do Senar, que capacita pessoas do meio rural, de forma presencial e a distância, com cursos de formação inicial e continuada, passando pelo ensino técnico até o superior com a Faculdade CNA.

Ele destacou as possibilidades que a tecnologia e o ensino a distância proporcionam ao campo, que foi o diferencial para a entidade durante a pandemia, afirmou. “O impacto da pandemia foi melhor absorvido por meio da educação a distância".

O Senar ainda não tem cooperação técnica com entidades chinesas de ensino, mas segundo André Sanches, será algo bem-vindo para a educação profissional rural no Brasil.

“Eles têm uma atuação muito forte em conectividade e comunicação, por exemplo, e isso é um gargalo para o uso de tecnologias no agro brasileiro. Com certeza uma parceria será muito positiva".

Assessoria de Comunicação CNA e