ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Presidente da CNA diz que HUB Digital está de 'portas abertas' para a inovação no agro
Hub 5

Espaço foi inaugurado na terça (25); cinco desafios foram lançados para empresas de tecnologia encontrarem soluções para os produtores rurais

25 de outubro 2022
Por CNA
Por Instituto CNA

Brasília (25/10/2022) – Ao discursar na inauguração do HUB CNA Digital, o presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, afirmou que o espaço “simboliza uma rede muito mais ampla e inteiramente dedicada à inovação no agro”.

Na terça (25), a CNA, por meio de seu Instituto, inaugurou o HUB CNA Digital e lançou um edital com cinco desafios para que empresas de tecnologia encontrem soluções que auxiliem os produtores rurais de todo o País.

Participaram da inauguração, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes, o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Carlos Melles, o presidente da Embrapa, Celso Moretti e o presidente do Instituto CNA, Roberto Brant.

No início do seu discurso, João Martins ressaltou que a velocidade e o dinamismo com que as tecnologias chegam ao campo “nos fazem pensar sobre como estarão as propriedades rurais nos próximos anos” e mais do que isso, “quais competências e conhecimentos serão demandados dos produtores rurais do futuro”.

João Martins, presidente da CNA

Ele citou que a quarta revolução da agropecuária, conhecida globalmente como agro 4.0, apresenta como importante desafio “capacitar os produtores rurais e difundir tecnologias para o processo de digitalização das propriedades”.

No discurso, João Martins afirmou que o Sistema CNA, Senar e Instituto atua há mais de 70 anos junto aos produtores rurais de todas as regiões do Brasil oferecendo serviços para que sejam, cada vez mais, eficientes na produção de alimentos, fibras e energias renováveis. E para que melhorem a gestão com consequente aumento na rentabilidade de suas atividades.

“Hoje, mais um importante passo está sendo dado nessa direção com a inauguração do HUB CNA Digital. Este espaço simboliza uma rede muito mais ampla e inteiramente dedicada à inovação no agro”, disse.

João Martins disse que “neste ambiente, vamos debater física e remotamente com outros Hubs, universidades, institutos de pesquisa, públicos e privados, pensadores e organizações nacionais e internacionais, os principais desafios tecnológicos dos produtores rurais”.

“Queremos identificar startups e empresas de tecnologia dispostas a apresentar as suas soluções. Outra importante missão do HUB CNA Digital será a de estimular a adoções de tecnologias pelos pequenos e médios produtores”, afirmou.

Descerramento da placa do HUB CNA Digital

O presidente da CNA disse enfatizou que “as soluções tecnológicas aqui pensadas e desenvolvidas serão disponibilizadas de forma acessível e adaptadas às diversas realidades brasileiras utilizando a rede de Assistência Técnica e Gerencial do Senar”.

João Martins finalizou o discurso dizendo que a partir de agora o “HUB CNA Digital está de portas abertas para todos que quiserem contribuir com esse objetivo”.

O ministro da Agricultura, Marcos Montes, destacou a importância da iniciativa do Sistema em lançar um edital com desafios para atender as necessidades do setor. “Parabéns à CNA, que vai deixar história no País, pelo bem que tem feito principalmente para o pequeno produtor”.

Ministro da Agricultura, Marcos Montes

Na visão do presidente do Instituto CNA, Roberto Brant, a iniciativa da CNA de “convocar a inteligência brasileira, organizar essa inteligência e dar a ela os incentivos necessários” vai dar um novo sentido a agropecuária brasileira.

“Esse chamamento da inteligência brasileira vai consagrar essa nova fase de imaterialidade e da inovação da agricultura brasileira que poderá ser muito reconhecida no futuro”.

Roberto Brant, presidente do Instituto CNA

Celso Moretti afirmou que o hub digital mostra, mais uma vez, a capacidade de inovação no agro brasileiro. “Esse é um modelo que começa pelo produtor, passa pela validação das soluções e volta para o produtor. É um modelo que vai dar certo e seguir gerando resultados para a agricultura brasileira”.

Celso Moretti, presidente da Embrapa

Carlos Melles, presidente do Sebrae, afirmou que o agro brasileiro é moderno e que a inauguração do Hub mostra que apenas através do conhecimento e da ciência se chega à inovação. “Esse é o caminho e essa iniciativa é maravilhosa, o Sebrae está junto, parabéns à CNA. ”

Carlos Melles, presidente do Sebrae

Desafio CNA - A iniciativa inédita do Sistema CNA/Senar terá duração de 12 meses e visa promover a digitalização do campo ao resolver problemas pontuais dos produtores rurais em cima de cinco desafios: 1 - Conectividade, 2- Seguro Paramétrico, 3 - Rastreabilidade Animal, 4- Crédito de Carbono e 5- Comércio Eletrônico.

A CNA vai financiar o desenvolvimento das soluções com o investimento de R$ 750 mil, sendo um ticket médio de até R$ 150 mil para as cinco empresas que serão selecionadas na primeira rodada.

Além da estrutura física do HUB, as empresas selecionadas terão acesso a uma série de ações como o programa de educação para desenvolvimento das equipes (Passos para o Agro), possibilidade de visitas a feiras e eventos do setor, contato com especialistas do agro e acesso ao mercado.

Cada desafio terá um mentor para contribuir com as empresas com esclarecimentos e informações sobre o setor. O desafio da Rastreabilidade Animal terá o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e pecuarista, Antônio Pitangui de Salvo.

No da Conectividade Rural, será o presidente da Comissão Nacional de Irrigação da CNA, David Schmidt. O diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Miguel Ivan Lacerda de Oliveira, será o mentor do desafio Seguro Paramétrico.

O desafio Comércio Eletrônico terá o produtor rural Osvaldo Martins de Barros Filho como mentor e no desafio Crédito de Carbono será o coordenador de pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV Agro), Daniel Barcelos Vargas.

Também participaram do evento os presidentes das Federações de Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), Humberto Miranda, da Paraíba (Faepa-PB), Mário Borba, do Amazonas (Faea), Muni Lourenço, do Espírito Santo (Faes), Júlio da Silva Rocha Jr., de Goiás (Faaeg), Mário Scheirener, do Rio Grande do Sul (Farsul), Gedeão Pereira, de Santa Catarina (Faesc), José Zeferino Pedroso, a secretária-executiva do ICNA, Monika Bergamaschi, o diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem (Senar), Daniel Carrara, o coordenador de Inovação do Sistema CNA/Senar/Instituto, Matheus Ferreira, o superintendente do Senar Minas, Christiano Nascif, diretores e técnicos do Sistema CNA/Senar/Instituto, além de parlamentares, representantes de empresas, universidades e entidades de pesquisa.

Para mais informações sobre o cronograma de seleção, as regras para participação e como cadastrar as propostas para os desafios, acesse o edital: www.cnabrasil.org.br/hub .

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte