ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Instituto AgriHub é premiado pela ABDI
IMG 6560

Premiação aconteceu por região do Brasil. Algumas regiões foram contempladas com um prêmio de R$ 300 mil e outras com 2 prêmios de R$ 150 mil

26 de setembro 2022
Por CNA

Por: Ascom Famato

Fonte: Ascom Famato

O Instituto AgriHub foi premiado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) por estimular e fomentar o uso de tecnologias 4.0 no agronegócio, por meio de ações focadas em aumento de eficiência, produtividade e redução de custos. A premiação aconteceu por região do Brasil e algumas regiões foram contempladas com um prêmio de 300 mil reais e outras com 2 prêmios de 150 mil. O AgriHub foi uma das instituições contempladas com o prêmio de 150 mil na região Centro-Oeste.

“O Agro 4.0 é um dos maiores programas de fomento à implantação de inovação e novas tecnologias para o agronegócio. A escolha do AgriHub para o edital Agro 4.0 é uma vitória para o campo, em especial para o agro mato-grossense e do Brasil”, comemorou o diretor-executivo do Instituto AgriHub, Otávio Celidonio.

O edital Agro 4.0, do programa de iniciativa da ABDI, foi destinado aos ambientes de inovação de todo o Brasil e teve como uma das principais exigências a elaboração de uma proposta colaborativa, que de fato tivesse o compromisso de participação de unidades produtivas, ou seja, as fazendas.

Para o gerente da Unidade de Difusão de Tecnologias (UDT) da ABDI, Bruno Jorge, a expectativa é que, assim como no primeiro Edital, que trouxe resultados surpreendentes – como redução de 70% no uso de herbicidas nas lavouras e redução de até 25% na emissão de poluentes na pecuária –, o segundo seja um propagador de tecnologias para o campo.

“Além das ações de adoção de tecnologias 4.0 pelos 40 produtores rurais, agroindústrias e cooperativas envolvidos, os oito projetos selecionados irão realizar ações de difusão diretamente para mais de 300 empresas do setor produtivo”, afirmou.

A proposta apresentada pelo AgriHub foi justamente a de aprimorar a plataforma de apoio à decisão do produtor rural, a “My AgriHub”.

A plataforma digital My AgriHub tem o objetivo de auxiliar o produtor rural nessa jornada de escolha da tecnologia mais apropriada para sua fazenda.

O Instituto colocou esforços principalmente na avaliação de startups que possuem soluções para o processo de monitoramento de pragas, realização de encontros de capacitação e incentivo no uso da plataforma por profissionais e agentes do ecossistema, para que possam ter a ferramenta como um apoio na implementação de novas tecnologias.

“A plataforma My AgriHub ajuda a ranquear empresas classificando o que é prioridade no momento da escolha para cada pessoa e ao mesmo tempo pode identificar o nível de maturidade que o produtor rural possui em relação aos processos adotados no campo para indicar soluções que estão dentro das capacidades do seu time”, explicou Otávio Celidonio.

Para somar, o AgriHub apostou ainda nos produtores da sua Rede de Fazendas Alfa, que participarão como consumidores da plataforma e auxiliarão no desenvolvimento e validação das funcionalidades.

“Com a premiação o AgriHub vai ter a oportunidade de aperfeiçoar, juntamente com o produtor rural, a Rede de Fazendas Alfa e a plataforma digital My AgriHub”, acrescentou Otávio.

Os premiados terão sete meses para implementação das ações propostas, que serão monitoradas e avaliadas por um período de aproximadamente dois anos.

Projeto selecionado do AgriHub

Sistema de apoio à decisão do produtor (MT) - Trata-se de um sistema que contém uma base de dados robusta com informações sobre as startups que atuam no agronegócio. Por meio de perguntas direcionadas, o sistema faz uma análise para o produtor rural de acordo com cada processo agrícola (pré-plantio, plantio, tratos culturais, colheita, etc.) e com as verticais técnicas, organizacionais e de recursos humanos, fornecendo, assim, o seu “nível de maturidade tecnológica”.

Com isso, as Agtechs cadastradas que têm potencial para atender o produtor surgirão como sugestão e com informações para que o produtor possa conhecer melhor e tomar sua decisão final. O sistema também tem funcionalidades que consideram as preferências dos produtores em relação ao suporte técnico, custo, segurança etc.


Grupo de trabalho: Instituto Agrihub, Sydy Tecnologia Ltda, Fazenda Jaçanã e demais produtores da região.