ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Paraná

Experiências pedagógicas premiadas privilegiam sustentabilidade em seus objetivos
Experiencias pedagogicas

Agrinho é formado por três projetos que tem como tema principal a promoção de temas como reciclagem, economia de água, redução no uso de papel e importância da polinização pelas abelhas

8 de novembro 2022
Por Senar

Os projetos campeões na categoria Experiências Pedagógicas do Concurso Agrinho 2022 têm em comum o fato de priorizarem temas ligados à sustentabilidade. Reciclagem, redução no uso de água, menor consumo de papel e preservação das abelhas foram alguns dos principais pontos mencionados pelas iniciativas que levaram as medalhas de ouro, prata e bronze. As professoras vencedoras foram reveladas em uma grande festa da educação, no dia 7 de novembro, no Expotrade Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. As ganhadoras levaram para casa um automóvel zero quilômetro cada uma.

Confira abaixo um resumo de cada projeto:

Juliana Corrêa Lamim Bortoluzzi
Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima
Município: São Miguel do Iguaçu-PR
Projeto: “Sustentabilidade Ambiental Reduzir, reciclar e reutilizar é fundamental! Reeducar é genial!”

O trabalho atuou especialmente no tema da reciclagem. Os estudantes participantes tiveram a chance de manusear e conhecer o material do Agrinho 2022 como um todo. Para os alunos do fundamental II, foi possível explorar assuntos abordados nos materiais do livro e a participação em ações coletivas na escola para colocar em prática o que foi aprendido. Uma espécie de campanha mobilizou os alunos, cujo nome foi “Sustentabilidade Ambiental - Reduzir, Reciclar e Reutilizar é Fundamental, Reeducar é Genial”. Um dos pontos fortes foi o envolvimento da comunidade, já que cada turma realizou alguma atividade de reciclagem, conscientizando a todos, mostrando a importância de reciclar, reutilizar e reduzir o consumo, principalmente do plástico.

Emocionada, Juliana destacou que trabalhou o programa durante todo o ano letivo com sua turma, pensando em atividades pedagógicas a partir do material didático disponibilizado pelo Sistema FAEP/SENAR-PR. "O Agrinho representa muita coisa, especificamente neste ano, em que eu vivi o Agrinho do começo do ano ao fim. Foi muito importante para as minhas crianças. Confeccionamos jogos, fiz muitas coisas inspiradas no material. Elas amaram", disse a vencedora. "Com certeza vou me inscrever no ano que vem", acrescentou.

Ana Karoline Machado
Escola Municipal Aluísio Maier
Município: Laranjeiras do Sul-PR
Projeto: “Agentes do Futuro: Promovendo Ações Sustentáveis”

O projeto "Agentes do Futuro: Promovendo Ações Sustentáveis” efetivou práticas sustentáveis no cotidiano dos alunos da turma. A ideia surgiu pois a maioria dos alunos têm noção parcial sobre o assunto, porém, ainda não materializavam essas práticas no seu dia a dia. Por meio de metodologias ativas, foi possível perceber que os alunos se tornaram protagonistas do projeto, desenvolvendo 20 ações que permitiram desenvolver um senso de responsabilidade e consciência ambiental, não só na escola, como na comunidade em que estão inseridos. Hoje, interagem com questões relacionadas à redução do consumo excessivo de água, reciclagem, redução do uso de papel em sala de aula, reativação da horta e principalmente com a importância de refletir antes de consumir excessivamente.

"Para mim, significa muito [estar entre as vencedoras] porque foi um momento em que eu passei a mudar minha postura como pessoa a partir do projeto. Então, o projeto não muda só a vida do aluno. Muda a vida dos professores também", disse professora.

Ana Karoline também já tinha participado do Agrinho como aluna e se lembra da importância que o programa teve para sua formação. A professora também mencionou o impacto que o projeto que desenvolveu em sala tem não só para os estudantes, mas para toda a família. "[Sustentabilidade] é um assunto que deve ser abordado diariamente. Os próprios pais relataram o quanto passaram a se tornar mais críticos e responsáveis em suas ações, pensando nas próximas gerações", contou.

Thalita Fernanda Machry
Escola Municipal Darci Ribeiro
Município: Peabiru-PR
Projeto: “Polinizando o Futuro”

O projeto “Polinizando o Futuro” surgiu após uma visita inesperada, no meio de uma aula, de algumas abelhas que adentraram a sala. A turma ficou desesperada e as crianças queriam matar as abelhinhas. A professora percebeu então a necessidade de explorar o assunto e, por meio do projeto “Polinizando o futuro”, buscou desenvolver o tema “Sustentabilidade Ambiental” com o intuito de trabalhar a importância das abelhas que são tão importantes para a vida humana. A professora refletiu a respeito desta problemática e traçou ações para desenvolver com a turma, de modo que atingisse toda comunidade escolar. Foram realizadas diversas atividades com as crianças, como passeios, visita de um apicultor, visita a um parque com abelhas sem ferrão, visita a um sítio de cultivo de abelhas, plantação de árvores e girassóis, entrega de atividades impressas, panfletagem, cartaz, visita ao gabinete, Mostra Cultural e uso do Material Agrinho.

"O Agrinho mudou a nossa vida. Há três anos eu trabalho com Agrinho em relação à Experiência Pedagógica. Deu uma motivação para todos nós. Com ajuda das famílias, dos alunos, é gratificante ver o trabalho desenvolvido", declarou a professora. "Pretendo dar continuidade no ano que vem. Na nossa escola, os professores estão se preparando para isso", disse.