ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Emoção durante encerramento do SuperAção Brumadinho e anúncio de novas turmas
Super Acao Bruma

14 de junho 2022
Por Senar

Impossível conter as lágrimas. O evento de encerramento do Projeto Superação Brumadinho, iniciativa do Sistema FAEMG com o apoio da prefeitura, foi emocionante e marcou a todos que passaram pelo Estacionamento Central do município, de 8h às 16h, no último sábado (11). Na oportunidade, foram premiados sete produtores rurais, a técnica de campo destaque, Janaina Canaan, e o coordenador do Projeto, Wender Guedes.

A programação, que também contou com a Feira dos Produtores e o Programa Família na Praça, foi preparada em comemoração aos resultados obtidos principalmente quanto à qualidade, custos de produção e estratégias gerenciais, após pouco mais de dois anos de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) a produtores rurais atingidos, direta ou indiretamente, pelo rompimento da barragem da Vale. Foram 473 propriedades transformadas, em sete cadeias produtivas, nas regiões de Mário Campos, Sarzedo e Brumadinho.

O presidente do Sistema FAEMG, Antônio de Salvo, durante seu pronunciamento, agradeceu a todos que continuam trabalhando incessantemente na tentativa de diminuir as dores ocasionadas pelo ocorrido, como a corporação do Corpo de Bombeiros. Ele também ressaltou a parceria de órgãos e entidades que atuaram em parceria e que acreditam na SuperAção Brumadinho, e aproveitou para oficializar a continuidade da assistência no local.

O presidente do Sistema FAEMG, Antônio de Salvo, durante seu pronunciamento

“Vamos abrir mais cinco novos grupos para atender 150 produtores rurais daqui, com a ajuda do Sindicato dos Produtores Rurais do município. A nossa família Sistema FAEMG, continua atuando firmemente, na promoção da segurança alimentar, qualidade de vida e renda”, revelou o presidente. “O dia que entendermos que não precisamos mais de tragédias, sejam naturais ou por ação do homem, para nos unirmos e nos fortalecermos, vamos fazer um país diferente, sabendo que a classe produtora mineira é a base de tudo”.

A vocação agrícola de Brumadinho é a produção de hortaliças, que representa 51% das propriedades atendidas pelo projeto. Nesta cultura, foi registrado um aumento médio de 33% na produção

De acordo com o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, esse dia coroou um trabalho que foi planejado e executado com muita atenção. Ele relembrou os inúmeros desafios no início, mas destacou o esforço da entidade para montar o grupo de produtores. "Além dos resultados técnicos e econômicos, houve um resgate da dignidade dessas famílias, o que mostra que a assistência técnica transcende a tecnologia e a rentabilidade, e gera empatia entre técnico e produtor. Vimos produtores felizes e satisfeitos. Esse é nosso maior termômetro".

Para a coordenadora do projeto no SENAR Central, Luana Frossard, mesmo com diferentes perfis de produtores, o objetivo de plantar a semente junto ao produtor sobre a importância do acompanhamento de todo o processo produtivo, foi alcançado. “E, muito mais do que isso: ficamos emocionados ao ver que os indicadores de crescimento superaram as expectativas porque os produtores atendidos internalizaram e levaram a sério os ensinamentos”.

Luana Frossard, do SENAR Central apresentou os resultados do projeto

O subsecretário de Política e Economia Agropecuária da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), João Ricardo Albanez, também acredita na continuidade do projeto, mesmo quando os atendimentos da assistência presencial encerrarem seu ciclo. “A troca de saberes não se finda entre técnicos de campo, com toda a sua expertise da academia, e o produtor, com suas vivências. Os dois, discutindo e colocando em prática tecnologias provocam mudanças grandiosas. Parabenizo os produtores que participaram desse projeto, porque muitas vezes ficamos imersos no dia a dia da propriedade, da porteira para dentro e não buscamos esse tipo de apoio para o crescimento e desenvolvimento da atividade”.

“O Sistema FAEMG chegou em um momento em que todos estavam muito fragilizados e desanimados com tudo, principalmente com a atividade. Foi um divisor de águas”, comentou Sonia Celeghini Albino, que tem como principal atividade produtos agroecológicos, PANC, flores comestíveis, brotos, cogumelos, frutas e olerícolas.

Assista ao minidoc sobre essa trajetória de superação:

Reconhecimento

“Agradeço a todos os profissionais do Sistema FAEMG e parceiros que não mediram esforços para que o projeto fosse um sucesso. Em especial, a cada produtor rural que acreditou na seriedade do nosso trabalho, e que acabou tornando tudo isso possível”, disse Wender Guedes, analista de ATeG que recebeu uma placa de condecoração pelo trabalho desempenhado como supervisor técnico do projeto. Na oportunidade, ele agradeceu também ao apoio do gerente regional do Sistema FAEMG em Sete Lagoas, Harrison Belico.

Tecnicos

Técnicos de campo do SuperAção Brumadinho junto à Wender Guedes e Harrison Belico

A técnica de campo destaque, Janaina Canaan, disse que um dos maiores presentes da vida é olhar ao nosso redor e saber que não estamos sozinhos. Ela dedicou a homenagem à superação de cada técnico, a respeito do dia a dia da lida do campo, da empatia a cada propriedade, da busca pela excelência nos atendimentos. “Me sinto honrada”, disse.

“Estou muito feliz pela homenagem. O que fazemos é por amor e isso faz a diferença no campo”, comentou o produtor destaque na cadeia da avicultura, Eduardo Rezende Esteves, da região do Aranha.

Produtores destaques nas cadeias da Olericultura, Fruticultura perene, Avicultura, Bovinocultura de leite, Bovinocultura de corte, Piscicultura e Ovinocaprinocultura de leite.

Família na Praça

Um sábado com atividades não só para os produtores, mas para suas famílias. O Família na Praça levou diversão, informação, alegria e serviços gratuitos nos diversos estandes do Sistema FAEMG espalhados na Estação Central. Fotografia de família, corte de cabelo, aferição da pressão arterial e exame de glicemia, consulta oftalmológica, balão modelável, saúde bucal, são alguns dos destaques. Foram mais de 800 atendimentos.

Mais sobre o evento de encerramento

Entre os presentes, também compareceram o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, e demais representantes do Sistema FAEMG, o superintendente federal do MAPA em Minas Gerais, Marcílio Magalhães, o comandante do 1° Comando Operacional de Bombeiros e Comandante da Operação Brumadinho, coronel Peron Batista da Silva Laignier, e Hebert Leão, do Ministério da Cidadania.

O projeto SuperAção Brumadinho é uma iniciativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Senar Central, Sistema FAEMG, SENAR, Instituto Antônio Ernesto de Salvo (Inaes), Sindicato dos Produtores Rurais de Brumadinho e Ministério da Cidadania.