ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso do Sul

Crédito Rural utilizado em Mato Grosso do Sul em 2022 já é 49,9% superior
CREDITO RURAL GRAOS web

Recursos do Plano Safra 2022/2023 somaram R$ 4,7 bilhões na agropecuária do estado entre julho e agosto.

12 de setembro 2022
Por CNA

Por: Vitor Ilis

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

O volume de crédito rural utilizado em Mato Grosso do Sul já atingiu R$ 4,7 bilhões nos meses de julho e agosto deste ano, número 49,9% maior se comparado ao mesmo período de 2021. Os valores fazem parte da distribuição dos recursos do Plano Safra 2022/2023, que começou a ser utilizado no segundo semestre. Este é o assunto do #MercadoAgropecuário desta segunda-feira (12).

De acordo com dados levantados pelo Departamento Técnico do Sistema Famasul, do montante total de crédito acessado no estado, 76,15% foram utilizados no setor agrícola. O percentual é equivalente a cerca de R$ 3,5 bilhões.

“O crédito agrícola foi utilizado em grande parte pela modalidade de custeio, cerca de 80,81%, 12,69% foram utilizados pela modalidade de investimento, 5,55% pela comercialização, e 0,95% pela industrialização”, destaca o analista de economia, Jean Américo.

Os números ainda apontam que o volume destinado ao custeio foi 152,12% maior em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já o investimento e comercialização sofreram reduções de 26,92% e 19,31%, respectivamente. A industrialização aumentou 20,35%.

A soja representa 81% do custeio da safra com insumos e colheita, o milho utiliza 15% do valor, os outros 4% são utilizados em culturas diversas.

Os bancos públicos ainda foram responsáveis por realizarem 77% do custeio e 69% dos investimentos. “A concessão dos recursos ocorreu predominantemente por meio dos bancos públicos, com 76% do total. O repasse via bancos privados representou 15% e as cooperativas de crédito responderam por 9% do recurso aplicado em Mato Grosso do Sul”, detalha Jean.