ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Paraná

Com a volta da festa presencial, Agrinho celebra a sustentabilidade
Cerimonia

Mais de 2,5 mil alunos e professores de todo o Paraná participaram do encerramento da edição 2022 do programa, que teve recorde de premiados

21 de novembro 2022
Por Senar

Uma celebração presencial e em grande estilo. Depois de dois anos de premiações remotas – em razão da pandemia do novo coronavírus –, a cerimônia de encerramento do Programa Agrinho voltou a ser uma grande festa, que reuniu mais de 2,5 mil alunos e professores de todas as regiões do Paraná. O programa – maior iniciativa de responsabilidade social do Sistema FAEP/SENAR-PR – chegou a sua 27ª edição com recordes: mais de 1,8 mil participantes foram premiados, em quatro concursos distintos. Tudo isso, sob um tema atual e relevante, trabalhado ao longo de todo ano letivo em sala de aula: a sustentabilidade ambiental.

“Trata-se de um assunto altamente relevante, cuja difusão e entendimento pelos jovens são indispensáveis e urgentes, porque é necessária a prática para deter e, possivelmente, reverter o avanço do aquecimento global, que ameaça todo o planeta”, destacou o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette, em seu discurso.

A festa foi realizada no Centro de Convenções ExpoTrade, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Provenientes de todos os cantos do Estado, os ônibus com os participantes começaram a chegar ao local do evento às 8 horas. E os estudantes e professores não mediram esforços para celebrar a educação: alguns chegaram a passar a noite viajando pelas estradas ou até a fazer parte do trajeto de barco.

No local, alunos e educadores foram recebidos com um café da manhã, com os célebres personagens do programa: Agrinho, Aninha, Nando e família. Em seguida, eles caminharam por um corredor lúdico, com projeções e iluminações especiais, onde puderam tirar fotos e interagir com atores caracterizados com figurinos que remetiam à flora brasileira. Por fim, os participantes chegaram a um anfiteatro instalado especialmente para a cerimônia.

Acomodado nas arquibancadas, o público assistiu a um espetáculo de tirar o fôlego, dirigido pelo coreógrafo e ilusionista Maicon Clenk. Inspirado nos quatro elementos – terra, ar, fogo e água –, a apresentação combinava teatro, dança, acrobacia e música, com mais de 40 atores interagindo com projeções digitais de um telão gigante. Ao longo da narrativa, o show incluiu técnicas, como contorcionismo e patinação, além de performances em argolas olímpica e circense. Com personagens e figurinos que simbolizavam a fauna e a flora, a exibição foi comparada pelas autoridades a uma apresentação do célebre Cirque du Soleil.

Autoridades

A importância do Agrinho pode ser aferida pelo rol de autoridades que prestigiou o encerramento do programa. Entre as personalidades recebidas por Meneguette estavam o vice-governador do Paraná, Darci Piana; os secretários estaduais, Renato Feder (Educação) e Norberto Ortigara (Agricultura); o presidente da Agência de Defesa Agropecuária (Adapar), Otamir César Martins; a desembargadora Rosemarie Diedrichs Pimpão; os deputados federais Sergio Souza e Ricardo Barros; os deputados estaduais Luiz Claudio Romanelli, Anibelli Neto e Marcio Nunes; o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; o senador eleito Sergio Moro; a gerente de relações governamentais da Rumo Logística, Giana Custódio; além de prefeitos, vereadores, secretários municipais e presidentes de sindicatos rurais de diversas regiões do Estado.

Premiação

Em seguida, alunos e professores assumiram o protagonismo da cerimônia de encerramento do programa, que envolveu mais de 1,2 milhão de alunos neste ano. Os 944 premiados nas diversas categorias, receberam smartphones, tablets, notebooks ou projetores multimídia. Os últimos prêmios entregues foram três automóveis, destinados às três professoras que venceram a categoria Experiência Pedagógica, do concurso Agrinho, que desenvolveram projetos de excelência, que envolveram toda a turma para a qual lecionam. Posteriormente, em cada Núcleo Regional de Ensino, serão distribuídos outros 896 prêmios, a segundos e terceiros colocados de algumas categorias, totalizando 1,8 mil premiados.

O número de vencedores está diretamente relacionado a novidades consagradas nesta edição. Além do tradicional Concurso Agrinho – disputado em diversas categorias como Redação, Desenho, entre outras, nas redes pública, privada e Apaes –, o programa contou com três concursos realizados em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seed): Redação Paraná, Robótica e Programação. Só no Redação Paraná, foram mais de 300 mil inscritos e mais de 670 alunos premiados.

Além disso, a 27ª edição do Agrinho consolidou parcerias vencedoras. O programa contou com apoio do governo do Paraná, por meio das secretarias de Agricultura, da Justiça, da Educação, do Desenvolvimento Sustentável, do Instituto Água e Terra (IAT), da Federação das Apaes, do Tribunal de Justiça do Estado, do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, da Sanepar, da Copel, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e da Rumo Logística.

“Tudo isso foi possível graças ao trabalho de professores, diretores de escolas e secretários municipais de educação, que envolveram centenas de milhares de crianças e jovens de escolas públicas e privadas. E dos técnicos e colaboradores do Sistema FAEP/SENAR-PR, que se empenharam na realização deste evento”, destacou Meneguette.

Áreas de atuação