Publicações

Campo futuro
10 de junho de 2022
Preço do fertilizante cloreto de potássio atinge maior patamar desde janeiro de 2008 e preocupa o produtor rural
banner.png

As altas sucessivas nos preços dos fertilizantes ao longo de 2021 já vinham deixando produtores brasileiros em alerta quanto à temporada 2022/23. Nos primeiros meses de 2022, no entanto, o movimento de avanço nos valores desse insumo foi intensificado, diante do conflito no leste europeu, que resultou em sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos, União Europeia e outros sobre a Rússia. Esse contexto tem dificultado as transações de fertilizantes e também de outros produtos do país russo.

Dados do projeto Campo Futuro – Sistema CNA/Senar, em parceria com o CEPEA/Esalq-USP, mostra que o fertilizante cloreto de potássio foi negociado no Brasil à média de R$ 6.824,00/tonelada em abril, alta de 10,6% em relação à de março. O valor observado em abril de 2022 é o maior, em termos reais (IGP-DI, base abril/22=100), desde janeiro de 2008. Especificamente no período de fevereiro a abril, a cotação média foi de R$ 6.034,00/t, valorização real de 117,6% em relação ao mesmo período de 2021.