ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso do Sul

Sustentabilidade corporativa e metas socioambientais estão no foco do Sistema Famasul e Senar/MS
SOJA PLUS 1

1 de junho 2022
Por Senar

Potencializar impactos positivos fazem parte da equação do ESG.

Produção de grãos em patamares recordes, agroenergia ganhando cada vez mais espaço, pecuária tecnificada, integração de atividades e sustentabilidade dentro e fora da propriedade. As características descrevem o atual momento do setor que tem grande responsabilidade social e está em constante evolução. O conceito ESG é o tema da editoria #EducaçãonoCampo desta quarta-feira (1º), semana que antecede a comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente. 


Para marcar o momento em que os olhares estão todos voltados para a produção alinhada à preservação, o Senar/MS reúne em um único evento, exclusivo para convidados, especialistas que irão abordar as diferentes perspectivas da agenda ESG. 

A primeira palestra vai apresentar um balanço com números do Senar em Mato Grosso do Sul. A instituição gera números a partir de ações que levam capacitação ao produtor e ao trabalhador rural e prevenção à saúde para os 79 municípios do estado, priorizando sempre o atendimento direto ao campo. 

A aplicação do conteúdo ESG nas instituições públicas e privadas será um dos assuntos abordado neste encontro, com exemplos de iniciativas práticas que fazem diferença nos resultados. Dentro da programação, os participantes terão a oportunidade de conhecer em detalhes o tamanho desta agenda e a relação com o agronegócio, tema diretamente ligado a área de atuação de todos os presentes. 

Encerrando o dia de aprendizado, será o momento para entender sobre as competências socioemocionais na educação. Cada vez mais necessária no mundo profissional, as habilidades exercem influência direta na capacidade de colaborar, solucionar conflitos e desenvolver o autoconhecimento. 

“Temos o grande desafio de aumentar a produção de alimentos, preservando os recursos naturais. Para que isso aconteça, existe um empenho de todos os segmentos no aumento da produtividade, sem aumentar a área, com gestão eficiente, otimizando ações com a garantia da qualidade e segurança alimentar. Tudo com a implementação de práticas que respeitem os parâmetros ESG e consequentemente que nos dê o feedback que esperamos: sustentabilidade, confiança dos consumidores e destaque no mercado interno e externo”, explica o coordenador do departamento de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, Nivaldo Azevedo. 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul - Ellen Albuquerque