ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Santa Catarina

Sistema Faesc/Senar-SC é homenageado pelos 15 anos da certificação de SC como área livre de febre aftosa sem vacinação
03

Representaram o Sistema Faesc Senar/SC no evento o vice-presidente da Faesc, Enori Barbieri e o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antonio Zanluchi.

30 de maio 2022
Por CNA

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC) estiveram entre os homenageados pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, na última semana, em sessão especial que marcou a comemoração aos 15 anos da emissão, para o Estado, da certificação de zona livre de febre aftosa sem vacinação.

Na ocasião, foram homenageados os órgãos públicos, instituições e personalidades que atuaram ativamente para que Santa Catarina obtivesse o status sanitário concedido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) no dia 25 de maio de 2007, o que contribuiu para tornar o Estado referência no País em sanidade animal e potencializou o desenvolvimento de toda uma cadeia econômica.

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, destacou o orgulho em fazer parte desta conquista histórica para a agropecuária brasileira. Lembrou o quanto foi expressivo o momento em que a OIE, reunida na assembleia geral anual em Paris, reconheceu Santa Catarina como área livre de aftosa sem vacinação, em maio de 2007. “Muitos atores participaram dessa conquista, resultado de um sério, tenaz e perseverante trabalho que uniu o setor em um objetivo comum. Essa conjugação permitiu criar, manter e aperfeiçoar um notável sistema de defesa e vigilância sanitária animal que se tornou um paradigma nacional com reconhecimento internacional”.

Representaram o Sistema Faesc Senar/SC no evento o vice-presidente da Faesc, Enori Barbieri e o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antonio Zanluchi. A solenidade foi proposta pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Moacir Sopelsa (MDB), e contou com a participação do governador do Estado, Carlos Moisés (Republicanos); do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo Miotto Ternus; e de diversas outras lideranças políticas e de integrantes de associações e entidades ligadas à produção animal.

Em uma mensagem gravada, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes, qualificou a data como digna de comemoração, afirmando ainda que o trabalho realizado em Santa Catarina abriu as portas para que outros estados também buscassem a mesma condição sanitária. “Cabe a mim hoje parabenizar, agradecer ao governo do Estado, aos seus técnicos e produtores, e também à equipe do Ministério da Agricultura, que trabalharam tanto para que Santa Catarina obtivesse esse resultado. O governo federal agora trabalha para que o mesmo seja alcançado por outros estados. Parabéns a Santa Catarina pelo exemplo que deu ao País.”

O presidente do Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do Estado de Santa Catarina (Sindicarne), José Antônio Ribas, que falou em nome dos homenageados, revelou que atualmente os produtos catarinenses possuem uma boa imagem no exterior, com a pauta de exportação baseada em proteína animal alcançando mais de 160 países.

Ele conclamou o Poder Público, a seguir investindo, por meio de seus órgãos de governo, para que o setor agropecuário do estado possa assegurar estes mercados. “Nós temos um compromisso muito grande em dar continuidade a isso, então peço a todas as lideranças que a gente continue investindo muito forte no nosso serviço oficial, na Cidasc, que a gente tenha no Ministério da Agricultura uma grande parceria. E que a gente tenha em todas as nossas instituições como Icasa, Faesc e Senar, investindo e desenvolvendo, porque hoje o agronegócio de Santa Catarina nos dá o maior orgulho.”

CONFIRA TODOS OS HOMENAGEADOS

Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina, representada pelo secretário, Ricardo Miotto Ternus;

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), representado pelo seu superintendente, Túlio Tavares Santos;

Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), representada pelo seu presidente, Júnior Kunz;

Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (Icasa), representado pelo seu conselheiro executivo, Osvaldo Miotto Junior;

Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina (Sindicarne), representado pelo seu presidente, José Antônio Ribas Júnior;

Polícia Militar do Estado de Santa Catarina, representada pelo comandante geral da instituição, Coronel Marcelo Pontes;

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), representada pelo chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Suínos e Aves, Franco Muller Martins;

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), representada pelo seu presidente, Giovani Canola Teixeira;

Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), representado pelo seu presidente, Marcos Vinícius de Oliveira Neves;

Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), representado pelo seu diretor superintendente, Neivo Luiz Panho;

Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina (Fetaesc), representada pelo seu presidente, José Walter Dresch;

Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), representada pelo seu vice-presidente, Enori Barbieri;

Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro), representada pelo seu presidente, Arno Pandolfo;

Associação da Indústria de Carnes e Derivados de Santa Catarina (Aincadesc), representada pela sua presidente, Irani Pamplona Peters;

Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), representada pelo seu presidente, Losivânio Luiz de Lorenzi;

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), representada pelo seu superintendente, Gilmar Antônio Zanluchi;

Odacir Zonta, secretário de Agricultura do Estado de Santa Catarina entre 1985 a 1987 e 1999 a 2002;

Antônio Ceron, secretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural de Santa Catarina entre 2007 e 2010.