ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Sistema FAEMG / SENAR MINAS retoma cursos nesta segunda-feira (27)

27 de abril 2020
Por Senar

Após um período sem atendimento presencial ao produtor rural devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, o  Sistema Faemg / Senar Minas  retoma nesta segunda-feira (27) os treinamentos em todas as regiões de Minas Gerais. "O  Sistema Faemg  não está parado e o  Senar Minas  continua atuante, sempre em sintonia com os cuidados preconizados", reforça o superintendente da entidade, Christiano Nascif.

“É um momento muito importante, pois nas regiões cafeeiras a colheita se inicia e é nesse momento que o produtor mais precisa do nosso trabalho. É fundamental que estejamos no campo capacitando produtores rurais e seus funcionários para que a colheita ocorra de forma adequada e segura. Além disso, os órgãos de fiscalização continuam a fiscalizar as propriedades e, nessa época, esse trabalho se intensifica”, comenta o gerente regional do  Sistema Faemg / Senar Minas  em Lavras, Wander Magalhães.

Pela Regional de Lavras, a partir de segunda serão realizados cursos pelos Sindicatos Rurais de Santa Rita do Sapucaí, Heliodora, Virgínia, Ilicínea, Carmo da Cachoeira e Candeias. Os treinamentos serão realizados com toda a segurança, conforme as orientações e recomendações exigidas pela Organização Mundial da Saúde – OMS, pela federação e pelo estado.

Prevenção

Será obrigatório o uso de máscaras no treinamento, assim como o álcool em gel. Outra exigência será o distanciamento de no mínimo dois metros entre um participante e outro. Também será feita a desinfecção de todo o material utilizado durante o curso (ferramentas, utensílios, máquinas etc). Um vídeo com essas orientações doi preparado pela Coordenadoria Pedagógica e será exibido no início de cada treinamento.

“É bom salientar que os municípios também estipularam suas regras e, em alguns casos, existem impedimentos para que as entidades cooperadas promovam eventos do  Sistema Faemg . Iremos atuar somente em municípios que, através de deliberação, decretos ou portarias municipais, nos permitam exercer nossa atividade, através da atuação dos nossos parceiros que mobilizam e executam os cursos e treinamentos na sua extensão territorial”, finaliza Wander.