ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Produtores mineiros do ATeG são destaque em pesquisa da CNA sobre crédito

27 de julho 2021
Por Senar

Minas Gerais mais uma vez foi destaque em uma ação do Sistema CNA. O estado teve o maior número de respondentes da pesquisa “Prioridades e principais dificuldades no acesso ao crédito e seguro rural – Plano agrícola e pecuário 2021/2022”. O levantamento foi feito pelos técnicos de campo junto a produtores assistidos pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG, desenvolvido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES no estado. Foram 884 participantes mineiros, 20,4% do total.

Depois de contar com  20% dos 1 milhão de visitas técnicas efetuadas  pelos técnicos do Programa ATeG contabilizadas em maio deste ano, e de ser berço da maior parte de casos de sucesso registrados no livro “ATeG – Cinco etapas da transformação rural” – sete, dos 33 retratados em todo país -, o trabalho conjunto entre produtor, técnico e supervisor torna a alcançar um resultado expressivo em nível nacional.

Para o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, o índice de participação é motivo de orgulho para a entidade. Prova o alto nível de comprometimento de equipes e participantes do programa – além da excelência do trabalho desenvolvido por meio da Gerência de Assistência Técnica e Gerencial. “Queremos agradecer a participação dos nossos produtores e o empenho dos nossos técnicos na realização da pesquisa. Por meio dessa ação, a CNA obteve importantes conquistas para o nosso agro”, comentou.

“Os técnicos do ATeG atuaram com muito empenho para coletar o máximo de formulários junto aos seus assistidos, o que se traduziu em números tão relevantes e que muito nos alegram”, disse o gerente de Assistência Técnica e Gerencial do Sistema FAEMG, Bruno Rocha de Melo, que reforçou a importância da pesquisa para a captação das reais necessidades dos produtores rurais, “servindo de base para a constituição de políticas públicas consistentes e assertivas”.

Crédito ainda é desafio para produtores

A pesquisa realizada pelo Sistema CNA buscou identificar os gargalos no acesso ao crédito e as prioridades dos produtores para a safra 2021/2022. Os dados foram recolhidos entre 12 e 27 de abril de 2021. Participaram 4.336 produtores do ATeG de 727 municípios de 14 estados. As informações serviram para subsidiar as principais propostas do Sistema CNA para a agricultura familiar na próxima safra. Os resultados foram entregues pela CNA à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

O levantamento mostrou, entre outros destaques, que mais de 38% dos produtores rurais entrevistados nunca contratou crédito rural. Apenas 26,6% dos produtores entrevistados contrataram crédito rural em 2020, e quanto menor a faixa de renda, menos produtores tiveram acesso. As principais dificuldades apontadas incluem excesso de papelada/burocracia, garantias exigidas, demora na liberação do crédito e falta de informação.

“Reforçamos a importância da participação dos produtores rurais em pesquisas dessa natureza para que tenhamos nossa atuação alinhada às principais demandas da base e, por consequência, conquistas que beneficiem e fortaleçam todo o setor da produção primária de alimentos”, disse o presidente do Sistema CNA, João Martins, em carta direcionada aos participantes.

Saiba mais: