Minas Gerais

Produtor constrói estufa de café rotativo em Divisópolis

27 de julho 2022
Por Senar

O produtor Sdney Santos Porto inovou e conseguiu implementar na propriedade uma estufa de café rotativo, após estudar pela internet, com o filho Bruno, maneiras de construí-la no Sítio Porto, em Divisópolis. Juntos, pai e filho trabalharam bastante para concluir o projeto, da base até o acabamento.

“Sem o Bruno, nada aconteceria. Ele me ajudou em tudo! Agora não teremos problemas com chuva ou neblina. Além disso, iremos diminuir a contratação de mão de obra, pois não tem que investir para movimentar as sementes de café”, disse o pai, orgulhoso.

imagem

A ideia da estufa de café rotativo é consequência do Programa de Assistência Técnica e Gerencial do Sistema FAEMG, que observou problemas durante a secagem e pós-colheita e sugeriu melhorias.

“Era o grande gargalo do produtor. A pós-colheita acontecia no chão e havia um investimento alto em mão de obra para juntar, cobrir e rodar o café. Então, a estrutura veio para também diminuir os gastos. Agora, a expectativa é que o secador irá suportar 2.000 latas de café, cada uma com 20 litros”, explicou o técnico de campo do ATeG Café+Forte, Wélison Barbosa.

Ele ainda ressaltou que a qualidade do café e a pós-colheita foram os trabalhos mais fortes da assistência na propriedade.

imagem

O gerente regional do Sistema FAEMG em Araçuaí, Luiz Rodolfo Antunes Quaresma, esteve no Sítio Porto para conhecer a estrutura. “Determinante para o futuro da propriedade e prova de que não adianta só receber orientação e não agir. Além disso, o envolvimento do filho no processo pode ser o começo de uma sucessão familiar. Ainda teremos boas notícias sobre esse atendimento”.

Secagem

A secagem é um dos processos mais complexos durante o processamento dos grãos de café, e a função da estufa é proporcionar uniformidade de produção e agilidade para o produtor. A estufa retira a água dos grãos e preserva as características estéticas e nutritivas da fruta, melhorando a qualidade do café.