ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Pelo 11º ano consecutivo o Senar-MT recebe certificado de Responsabilidade Social
14 nov 11 do Certificado de Responsabilidade Social AL91 1

18 de novembro 2019
Por Senar

Mais uma vez, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) recebe o Certificado de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Pelo 11º ano consecutivo, a instituição de ensino rural é premiada pelo trabalho social que faz junto às comunidades rurais. Nesta quinta-feira (14.11) mais de 50 empresas receberam a certificação. O Senar-MT foi representado, na solenidade, pela coordenadora contábil Jéssica Moraes.

Das 14 edições realizadas pela Assembleia Legislativa, o Senar-MT conquistou 11 certificações. A conquista se dá em função dos programas e projetos desenvolvidos pela instituição que são voltados para a área social. Para o Senar-MT, promover socialmente a pessoa do campo significa oferecer oportunidades para a troca de conhecimento, experiência e reflexão crítica. A ideia é fazer com que estas pessoas se conscientizem de seu poder ativo como transformadores da vida em comunidade.

Além dos treinamentos, o Senar-MT também oferece diversos programas especiais voltados para a área social. Os principais são Equoterapia, Mutirão Rural, Inclusão Digital, Cine Senar, Filhos no Campo e Mulheres em Campo. Destes, os mais procurados são o Mutirão Rural que tem o objetivo levar serviços nas áreas de saúde, educação, emissão de documentos pessoais, capacitação e lazer para a comunidade rural. 

Já o programa de Equoterapia tem como objetivo apoiar financeiramente, instituições consolidadas que executam atendimentos gratuitos para a população carente. Criado em 2011, o programa tem mais de 20 instituições espalhadas por 16 municípios mato-grossenses.

Para Celidonio, o Certificado de Responsabilidade Social é um reconhecimento importante. "Temos por obrigação desenvolver trabalhos sociais com toda a comunidade do agronegócio. Trabalhamos muito para fazer esse desenvolvimento social. Ser reconhecido nos mostra que estamos no caminho certo".

Certificado - Este prêmio foi criado pela Lei 7.687, de 2002 e tem como objetivo impulsionar a importante discussão sobre a responsabilidade social. O coordenador da Comissão Mista de Responsabilidade Social de Mato Grosso, Sérgio Ricardo Inoui, conta que o Estado é o segundo a criar o prêmio. "O pioneiro foi o Rio Grande do Sul".

Esta foi a 14ª edição do programa que certifica as empresas e instituições que seguem rigorosamente a legislação trabalhista vigente e que colaboram com projetos que visam à valorização social de trabalhadores e da comunidade. Nestes 14 anos de existência, mais de 450 empresas e entidades foram certificadas.

De acordo com Inoui, este ano, mais de 500 empresas, instituições e entidades receberam o certificado. Inoui explica ainda que só recebem o certificado aqueles que de uma forma ou de outra entregam ações sociais para a população. "Não existe nenhuma obrigação, mas as ações destas empresas vão muito além do que a legalidade pede e, isso nos deixa muito felizes".