ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Santa Catarina

Oficina técnica do Senar/SC aborda manejo de pastagens e de vacas primíparas em Tubarão
CNA IMAGEM PRINCIPAL6

O evento teve foco para o manejo de pastagens de inverno, manejo de vacas primíparas e apresentação dos resultados do Programa de IATF

10 de agosto 2022
Por Senar

Por: MB Comunicação

Fonte: MB Comunicação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuárias do Estado (Faesc), vem promovendo uma série de oficinas técnicas com apoio dos Sindicatos Rurais do Estado do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em várias áreas. Uma das mais recentes ocorreu em Tubarão, no sul do Estado, no fim de julho, no segmento de bovinocultura de corte. O evento teve foco para o manejo de pastagens de inverno, manejo de vacas primíparas e apresentação dos resultados do Programa de IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo) de 2021/2022.

A programação iniciou com o presidente do Sindicato Rural de Tubarão Maycon dos Reis Soares que deu boas-vindas ao público e agradeceu aos produtores rurais Jorge e Elizandro Cancelier por abrirem as portas da propriedade para o evento. O dirigente também falou sobre os benefícios que o Sindicato Rural oferece aos associados, destacando a qualidade do Programa de Assistência Técnica e Gerencial e os resultados que traz para os produtores do grupo e da região.

O evento seguiu com explanação do supervisor técnico da região Sul Jaison Buss que agradeceu os produtores em nome do Sistema Faesc/Senar-SC, destacando a expressiva participação em dois eventos realizados mesma semana. A técnica de campo da ATeG Caroline Freccia apresentou os resultados obtidos pelo grupo com a utilização dos protocolos de Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF) no ano de 2021/2022, frisando a qualidade dos animais e o expressivo melhoramento genético que o grupo vem obtendo.

Na sequência, o grupo foi para o campo onde o médico veterinário Adolfo Kurtz explanou sobre o manejo de vacas primíparas, sobre os cuidados e orientações gerais de manejo. O supervisor técnico Jaison Buss falou sobre as pastagens perenes implantadas na propriedade, destacando os passos para se obter a melhor qualidade por meio de uma boa correção de solo, realização de adubação de base, adubação de cobertura, cuidados com a altura de entrada e saída dos animais das pastagens. Também explicou sobre as principais pastagens anuais de inverno disponíveis na região e suas características.

Por fim, o grupo percorreu todos os piquetes onde observou, na prática, as diferentes espécies de pastagens implantadas na propriedade e os diferentes manejos. O evento encerrou com almoço de confraternização na sede da propriedade.

SOBRE A ATEG

A Assistência Técnica e Gerencial do Senar/SC visa promover ao produtor rural um modelo de adequação tecnológica associada à consultoria gerencial, que priorize a gestão da atividade de forma eficiente e, com isso, permita alcançar mudanças efetivas no ambiente das empresas rurais. As oficinas técnicas têm por objetivo trazer informações complementares e trocas de experiências com a finalidade de oferecer acesso a informações práticas e objetivas sobre cada área de atuação.

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo , ressalta que a entidade segue firme nos investimentos para fortalecer cada vez mais as propriedades de todos os segmentos que fazem parte das ATeGs. “A ATeG vem sendo essencial para fortalecer o empreendedorismo no campo, gerando mais produtividade e rentabilidade para as famílias”.

Para o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi , os significativos resultados são realidade porque há um trabalho feito com comprometimento e dedicação por todas as equipes e parceiros envolvidos nos programa. “Cada vez que visitamos uma propriedade ficamos orgulhosos por ver de perto que o produtor realmente coloca em prática as técnicas de gestão, genética, manejo, entre outras melhorias oportunizadas pela ATeG”.

A coordenadora da ATeG SC Paula Coimbra Nunes observa que, com a ATeG, o produtor explora novas ferramentas que potencializam o crescimento de seus negócios. São dois anos de acompanhamento para aprimorar as técnicas e o gerenciamento, tornando a produção mais eficiente e lucrativa. As atividades são realizadas com grupos de 25 a 30 produtores organizados de acordo com a produtiva. Quem tiver interesse em participar pode entrar em contato com o Sindicato Rural de sua região.