ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Famato e governo de MT assinam memorando com a China para expandir comércio agrícola
Whats App Image 2022 03 10 at 09 44 01

Famato e governo de MT assinam memorando com a China para expandir comércio agrícola

11 de março 2022
Por CNA

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) assinou esta semana (08/03), junto com o Governo de Mato Grosso e o Instituto Mato-grossense da Carne (Imac), um Memorando de Entendimento (MoU) com o Instituto Ambiental Global Yongxu, do Distrito de Chaoyang de Pequim, da China. O objetivo é promover relações comerciais bilaterais sustentáveis entre o Brasil e a China em produtos agropecuários.

O documento foi assinado pelo presidente da Famato Normando Corral, pelo governador Mauro Mendes e o presidente Imac, Caio Penido.

“Esta é uma oportunidade para realizarmos negócios com os chineses e também demonstrar de maneira inequívoca que a gente produz em Mato Grosso e no Brasil dentro do que prevê a legislação, seja ambiental, fiscal ou social. Produzimos com técnicas científicas e com base no conhecimento que temos de produção agropecuária em região de clima tropical. Nós temos grande potencial para contribuir com a segurança alimentar, não só nossa como mundial”, disse Normando Corral.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil. Responde por 43% da carne e 70% da soja exportadas para os chineses. Em Mato Grosso o país asiático lidera o ranking das embarcações. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), somente neste ano de 2022, Mato Grosso já exportou 2,26 milhões de toneladas de soja para a China e 9,5 mil toneladas de carne equivalente carcaça. Em 2021, o estado destinou mais de 12 milhões de toneladas da oleaginosa para os chineses e 200 mil toneladas equivalente carcaça.

“Mato Grosso é um grande produtor de alimentos e vai liderar o país no processo de exportações nos próximos anos. Mas tão importante quanto produzir, é produzir de forma sustentável, respeitando a nova ordem mundial, que é a economia de baixo carbono, reduzindo as emissões de carbono e dando importante contribuição a esse esforço mundial em prol do clima de todo planeta”, afirmou o governador Mauro Mendes.

Segundo o representante do Instituto Ambiental Global Yongxu do Distrito de Chaoyang de Pequim, Jin Jiaman, o entendimento entre o Governo de Mato Grosso e o instituto possibilitará a construção de uma cadeia de valor sustentável, visando promover um sistema mútuo de certificação da carne bovina. “As economias de Mato Grosso e da China são complementares e vemos grandes perspectivas de investimento chinês no agronegócio do estado”.

Também participaram da reunião, que teve o formato híbrido, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, a secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, e a assessora de Assuntos Internacionais, Rita Chiletto, entre outras autoridades nacionais e internacionais.

Whats App Image 2022 03 10 at 09 44 011