ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

FAEMG comemora 71 anos
71 anos FAEMG

Aproximação com o produtor rural e protagonismo político para defesa dos interesses do setor marcam a nova gestão

7 de julho 2022
Por CNA

Com uma atuação forte em prol da representatividade dos interesses da agropecuária mineira, a Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (FAEMG) comemora, em 7 de julho, 71 anos de trajetória. Marcada por inúmeras conquistas que conferiram ao setor uma importância cada vez mais estratégica - afinal o agronegócio é responsável por do 22% do PIB estadual e 27% do PIB nacional – a FAEMG inaugura uma nova etapa, com projetos voltados a aproximação com o produtor rural e ao protagonismo político para defesa dos pleitos da cadeia produtiva junto aos órgãos governamentais. Na mesma data comemora-se, também, o Dia do Produtor Rural Mineiro.

“Como um dos principais resultados dessa gestão, destaco a vinda de 300 presidentes de Sindicatos dos Produtores Rurais ao Sistema FAEMG, por meio do projeto Redescobrir. Durante cinco encontros presenciais, em nossa sede em Belo Horizonte, tivemos a chance de apresentar a casa e os serviços oferecidos aos produtores rurais de todo o estado, promover compartilhamento de informações e integração, abordando os desafios e oportunidades de cada região, sempre com foco no fortalecimento do setor produtivo”, ressalta o presidente, Antônio de Salvo.

Presidente Sistema FAEMG Antonio de Salvo

Redescobrir: projeto convida os presidentes de Sindicatos de Produtores Rurais para conhecer de perto a sede e o funcionamento do Sistema FAEMG

Segundo ele, a proposta é valorizar cada vez mais o campo e o trabalhador rural que, de sol a sol, contribui para levar alimento de qualidade à mesa dos consumidores. “Tivemos, por exemplo, uma participação expressiva durante todo o processo do Plano Safra, anunciado recentemente pelo Governo Federal e esperado com alta expectativa pelo setor. Fomos surpreendidos positivamente com os aportes anunciados, que simbolizam o início de um período de otimismo no que se refere ao controle da inflação e segurança alimentar”, explica Salvo.

Outra conquista é a relevância conferida às comissões técnicas que representam as principais cadeias produtivas do estado, especialmente às cadeias da cana-de-açúcar, florestas e equideocultura (cavalos). “Também destaco a mobilização Ajuda Minas, que atraiu a atenção de representantes do poder público para implementação de medidas emergenciais de recuperação do setor atingido pelas chuvas do início do ano, e o SuperAção Brumadinho, que está levando Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) aos afetados pelo rompimento da barragem de Brumadinho. Muito já foi feito ao longo dos 71 anos de trajetória da FAEMG, mas, sei que ainda temos um longo caminho de trabalho a seguir”, concluiu o presidente.


HISTÓRIA

- 7 de julho de 1951. Data de fundação da FAEMG, inicialmente como FAREM, Federação das Associações Rurais de Minas Gerais.

- A ata de fundação da sociedade rural foi assinada por presidentes e representantes de vinte e duas associações e de uma união de proprietários rurais. O primeiro presidente foi Josaphat Macedo.

- Depois, foram presidentes: José Álvares Filho, Edilson Lamartine Mendes; Antonio Ernesto Werna de Salvo; Odelmo Leão Carneiro e Gilman Viana Rodrigues, Roberto Simões e Antônio de Salvo.

- Em 1965, a FAREM se tornou FAEMG – Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais e ao longo dessa trajetória, cresceu e transformou-se no Sistema FAEMG/SENAR/INAES/SINDICATOS.

- Em 1993 foi criada a regional mineira do Serviço Nacional de Aprendizado Rural, SENAR, para levar conhecimento técnico ao homem do campo.

- O Sistema FAEMG congrega hoje 387 sindicatos de produtores rurais. É a federação com o maior número de sindicatos filiados no Brasil e atua em todos os 853 municípios de Minas Gerais.

Veja o vídeo da campanha em homenagem ao Dia do Produtor Rural Mineiro celebrado também neste 7 de julho: