Encontro debate cuidados na compra de fertilizantes
50824042193 b858a8f12f c 1

Live reuniu representante do Ministério da Agricultura e da Anda

7 de junho 2022
Por CNA

Brasília (07/06/2022) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promoveu, na terça (7), a live “Qualidade de Fertilizantes: o que deve ser observado na compra e recebimento?”.

O encontro foi moderado pelo coordenador de Produção Agrícola da CNA, Maciel Silva, e contou com a participação do coordenador de Fertilizantes, Inoculantes e Corretivos do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Henrique Bley, e do membro do Comitê de Legislação da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), Leonardo Paresqui.

Maciel destacou a importância que o uso de corretivos e fertilizantes teve, desde as décadas de 60 e 70, para a garantia dos níveis economicamente viáveis de produtividade das lavouras brasileiras. Na produção de milho, por exemplo, a estimativa é de um aumento de 130% na produtividade média nacional nos últimos 30 anos.

Outro ponto que comprova a relevância dos fertilizantes para a agropecuária nacional é o tamanho das movimentações desse segmento. Em 2021, estima-se que quase 46 milhões de toneladas de insumos foram entregues ao mercado, das quais 39,2 milhões foram importadas.

Como efeito dessa dependência, problemas geopolíticos vivenciados atualmente – embargos impostos à Bielorrússia, crise logística e encarecimento dos fretes e, mais recentemente, a guerra entre Rússia e Ucrânia – refletiram nas planilhas de custo de produção das culturas produzidas no País.

Para a próxima safra, por exemplo, a CNA estima que a participação dos fertilizantes nos custos operacionais deve superar 30% para soja e, no caso do milho, pode se aproximar de 45%. “Com relevância tão expressiva para garantia da produção e em função do seu peso econômico, garantir a qualidade desses insumos no momento da compra e aquisição é essencial”, afirmou Silva.

Henrique Bley falou sobre as recomendações do Mapa que devem ser consideradas no momento da compra e aquisição de fertilizantes. Ele também apresentou as ações do Ministério no monitoramento, fiscalização e controle da qualidade desses insumos.

O representante da Anda abordou os pontos de observação considerados relevantes na comercialização de fertilizantes e ressaltou as ações de prevenção à fraudes aos produtos das empresas associadas.

No final do encontro foi divulgado um material elaborado pela CNA e pelo Mapa com dicas para auxiliar os produtores durante a compra, recebimento e uso desses insumos. Confira aqui .

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-4135/1421/1447
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte