ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Curso novo em Minas Gerais: Sustentabilidade na Bovinocultura
Rastreabilidade

27 de julho 2022
Por Senar

Atualmente, um dos desafios do produtor é manter o equilíbrio entre a produção e demais fatores do sistema produtivo (financeiro, social e ambiental). O assunto foi tema do curso piloto de Sustentabilidade na Bovinocultura do Sistema FAEMG, em Martinho Campos, e deixou a seguinte reflexão: como atender as demandas atuais, sem impactar a capacidade das próximas gerações de satisfazerem as próprias necessidades?

Segundo a analista técnica da Gerência de Formação Profissional do SENAR MINAS, Marília Saraiva, o treinamento mostra como o produtor pode conduzir a sua atividade com responsabilidade e consciência, fazendo uso de procedimentos que equilibrem produção, conservação dos recursos naturais, preservação e bem-estar animal. “Ressaltando que a atividade precisa ser viável e rentável para garantir a eficiência do processo produtivo”.

imagem

Para as aulas, um dos cenários foi a Fazenda Boi Preto, do Centro Multiplicador de Capacitação (CMC). A infraestrutura robusta e inovadora permite que alunos e instrutor possam vivenciar as melhores experiências práticas aplicadas em campo.

“Fazemos um diagnóstico da fazenda leiteira ou de corte, detectando os pontos falhos e apresentando sugestões para que o produtor passe a produzir com maior viabilidade econômica e a atividade se torne ambientalmente correta e socialmente justa”, explicou o instrutor Marcos Aurélio Lopes.

imagem

Esta é a segunda vez que Monique Regina Carvalho Freitas participa de uma capacitação do Sistema FAEMG. O primeiro contato foi no curso de Pecuária de Precisão, no mesmo local. Ela ressaltou que é muito enriquecedor aprender em uma fazenda modelo porque facilita a identificação das questões teóricas e sua relação com um sistema real de referência.

“Além disso, o instrutor trouxe muita novidade e conectou meio ambiente, questões econômicas e sociais. Entendi que o sistema produtivo é integrado e, quanto mais compreendemos isso, mais ajustamos as deficiências e alcançamos rentabilidade. São pequenas mudanças na rotina e no manejo”.