ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Minas Gerais

Conselho de Representantes reúne-se em BH
Conselho de representantes sindicatos minas

23 de novembro 2021
Por CNA

111 Presidentes de Sindicatos Rurais de todo o estado se reuniram na terça-feira (16), em BH, para a última reunião do Conselho de Representantes antes da troca de diretoria da FAEMG. A posse da chapa eleita para o mandato 2021/2025 será realizada na noite de hoje.  Clique aqui e veja o álbum de fotos.

O presidente do Sistema FAEMG, Roberto Simões, fez uma avaliação do período em que esteve à frente da entidade. “Foram 16 anos como presidente. Mas desde o início, como técnico, mais de 80% da minha vida profissional foi dedicada à nossa Federação. Fico satisfeito de encerrar essa presidência nas melhores condições possíveis. Uma FAEMG forte, respeitada. Que continuará melhorando e crescendo cada vez mais. Temos um futuro garantido.

O 1º vice-presidente de Finanças do Sistema FAEMG, Breno Mesquita, apresentou a prestação de contas dos anos 2020 e 2021, e a proposta orçamentária para 2022. Os relatórios receberam parecer favorável do Conselho Fiscal e aprovação unânime dos presidentes de sindicatos presentes na Assembleia.

“Mesmo com o fim da contribuição sindical compulsória, conseguimos manter o superávit da entidade, sem prejuízo aos diversos programas, ações e bons serviços prestados. Para o próximo ano, lançamos uma proposta conservadora, que nos permita fazer os investimentos necessários com segurança e sem aumento de custos”.

O 1º vice-presidente de Secretaria do Sistema FAEMG, Rodrigo Alvim, fez a leitura do termo de posse da Diretoria e do Conselho Fiscal da FAEMG eleitos para o mandato 2021/25: “Recebemos com muita satisfação a nova equipe que nos sucederá. Todos muito qualificados e preparados para esta grande missão de representar os interesses dos produtores rurais mineiros”.

O presidente eleito, Antônio Pitangui de Salvo, assinou o Termo de Posse em nome da nova Diretoria.

“Ressalto a lisura e transparência da gestão durante todo este período em que você esteve à frente, mostrando que este é o nosso caminho.  Estamos assumindo uma casa bem organizada, bem administrada, de maneira transparente. Mas ninguém fará nada sozinho. A presença dos sindicatos permitirá uma gestão e uma representação compatível com a grandeza e a diversidade do nosso estado de Minas Gerais”.