ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Santa Catarina

Chapecó levanta custos da pecuária de leite durante painel do Campo Futuro
03

Programação no segmento em Santa Catarina também contou com painéis em Treze Tílias, Braço do Norte e São Miguel do Oeste.

2 de junho 2022
Por CNA

Chapecó sediou nesta quarta-feira (1º) o quarto painel do Campo Futuro para levantar os custos de produção em pecuária de leite em Santa Catarina. A iniciativa, do Sistema CNA/Senar, conta com a parceria do Sistema Faesc/Senar-SC, Sindicatos Rurais e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Em seu 15º ano de execução, o Campo Futuro é um projeto de gestão de custos e riscos voltado para produtores rurais, com propósito de calcular os custos de produção nas propriedades e utilizar as informações como subsídios para o pleito de políticas públicas em prol da produção de alimentos. A programação deste ano iniciou no dia 24 de maio e, além de Chapecó, também contou com painéis em pecuária leiteira em Treze Tílias, Braço do Norte e São Miguel do Oeste.

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo , destacou o quanto a cadeia produtiva do leite evoluiu em Santa Catarina após implementação de iniciativas como o Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) e o Projeto Campo Futuro. “Nosso Estado é o quarto produtor nacional e gera mais de 3 bilhões de litros ao ano. O oeste catarinense responde por 75% da produção. Queremos que a atividade se fortaleça cada vez mais e seja rentável para o produtor. Os dados levantados no Campo Futuro serão essenciais para termos condições de planejar ações adequadas para uma eficiente gestão de custos que atenda às necessidades locais e regionais”.

O presidente do Sindicato Rural de Chapecó, Luiz CarlosTravi , também destacou a importância do Campo Futuro para planejar políticas para melhorar o cenário da pecuária leiteira, não somente na região oeste como em todo o Estado. Também estiveram presentes o vice-presidente do Conseleite José Carlos Araújo e o presidente do Sindileite/SC e do Conseleite/SC Selvino Giesel , entre outras lideranças locais.

Os painéis na área de pecuária de leite em Santa Catarina são conduzidos por representantes da CNA e do Cepea. Conforme o assessor técnico da CNA, Guilherme Souza Dias , em Chapecó as margens se demonstraram bastante estreitas, haja vistas os investimentos expressivos na atividade. Nos últimos anos o setor leiteiro da região vem passando pela transição do sistema semi-confinado para o confinado em sistema Compost Barn, conforme relatado pelos participantes.

“Essa transição é fruto do maior aporte tecnológico na atividade. As propriedades modais de 35 hectares vêm buscando otimizar a produção e investindo em ambiência para maiores produtividades, mas o complicado cenário climático em função da seca nos últimos anos vem dificultando a expressão de todo o potencial do sistema”, avalia Dias.

De fato, os participantes relataram que o clima prejudicou a produção de volumoso, reduzindo expressivamente a produtividade e qualidade do material, obrigando os pecuaristas a acessarem o insumo fora da porteira, onerando o sistema. Além disso, a seca dificultou ainda mais a operação ao reduzir a disponibilidade de água para a dessedentação animal. Nesse contexto, o assessor da CNA pontuou que as margens se comprimiram, permitindo apenas a remuneração dos desembolsos, representados pelos custos operacionais efetivos.

CAMPO FUTURO NO PAÍS

O Campo Futuro será executado em 141 municípios, distribuídos em 21 estados brasileiros. A iniciativa conta com o apoio das Federações de Agricultura e Sindicatos Rurais, além da participação dos produtores rurais locais. Os dados oriundos das 11 atividades agropecuárias pesquisadas contribuirão para a identificação de estratégias de comercialização, formação de custos de produção e nível tecnológico das atividades desenvolvidas nas principais regiões produtoras do Brasil.

São parceiros do Sistema CNA/Senar na realização do Projeto Campo Futuro, para diferentes cadeias produtivas, o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Centro de Inteligência de Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), Pecege (Esalq/USP) e Labor Rural (Universidade Federal de Viçosa - UFV).

CONFIRA OS PRÓXIMOS PAINÉIS DE SANTA CATARINA:

CAMPO FUTURO PARA SOJA, MILHO E TRIGO

- Xanxerê: 13/06, das 13h30 às 17 horas.

- Campos Novos: 14/06, das 13h30 às 17 horas.

• CAMPO FUTURO PARA ARROZ

- Araranguá: 15/06, das 13h30 às 17h30.