ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Capacitação e assistência técnica para comemorar este 25 de julho
Imagem 1

Neste 25 de julho, a palavra é deles que estão melhorando a produtividade no campo por meio de capacitação

25 de julho 2022
Por Senar

Por: Assessoria de Imprensa/Senar-MT

Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT

O sol ainda nem nasceu e o produtor rural já está na “lida”. Não tem fim de semana, nem feriado e, muito menos férias. Na inconstância do seu dia a dia, a inspiração vem dos pequenos detalhes. A cada dia que amanhece, ele espera. Espera a chuva, espera o estio, espera o momento de plantar, o de colher e o de vender. Ele espera o animal nascer e a planta crescer. Sim. Ele também espera a produção aumentar e o lucro chegar.

Neste dia 25 de julho, dia do produtor rural, a voz é deles que levantam todos os dias cheios de esperança de um dia melhor.

0

João Carlos Maria – pecuária de corte – Castanheira – “Não sou de uma família tradicional de produtores rurais. Eu comprei a terra no intuito de ter um capital valorizando, mas nunca vi como uma área lucrativa. Já estava pensando em desistir quando surgiu a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT). Comecei a compartilhar minhas ideias com o técnico e a investir na propriedade. O Senar-MT me trouxe capacitação e me ensinou a manejar corretamente o rebanho. A ATeG, do Senar-MT muda a vida das pessoas. Eu vi a importância que é ter uma assistência e uma orientação. Eu sou prova de que uma pessoa bem orientada e capacitada tem condições de produzir bem e ter uma boa renda no campo. Meu sonho é melhorar o rebanho e produzir bezerro. Eu me encontrei, quero organizar a propriedade e ser feliz no campo”.

0

Luiz Eduardo e Vanessa – fruticultura – Carlinda – “Com a visita frequente do técnico do Senar-MT tudo ficou mais fácil. Temos a oportunidade de tirar as dúvidas e corrigir os pequenos desvios em tempo de evitar. Mais que orientação, a assistência técnica traz conhecimento e gestão para a propriedade. Começamos a lidar melhor com as doenças que atingem e prejudicam muito as culturas. Muitas vezes, uma ação ou iniciativa simples que fazemos orientados pelos técnicos tem um excelente resultado. Nosso sonho é ampliar a produção ainda mais e melhorar a qualidade dos produtos”.

0

Moiseis Vizioli – pecuária de corte – Castanheira – “Somos assistidos pela ATeG faz quase um ano e com o apoio técnico estamos melhorando cada vez mais. Fizemos análise de solo e a separação do gado. Estas iniciativas contribuíram não só para a melhora da qualidade, mas também da nossa produtividade”.

0

Leonir Valk e família – pecuária de leite – Cláudia – “Desde que o técnico começou a nos orientar passamos por várias mudanças. A assistência traz conhecimento para o produtor. Isso é muito importante. Mudamos o manejo de ordenha e nutrição. Aconselho todos a pedir a ATeG do Senar-MT. É só ir ao sindicato rural de seu município e solicitar”.

0

Adão Luiz de Oliveira – pecuária de corte – Juína – “O acompanhamento do técnico na parte de gestão mudou tudo na propriedade. Anotamos tudo, mesmo que seja a compra de um parafuso. Já fizemos análise de solo e estamos na fase de planejamento”.

0

Valdemir de Oliveira Mouro – pecuária de corte – São José do Rio Claro – “A assistência técnica mudou minha forma de pensar. Antes eu achava uma perda de tempo ir a uma palestra ou a um dia de campo. Agora dificilmente perco a oportunidade de agregar conhecimento. Nunca sabemos de tudo. Podemos aprender sempre

0

Welligton Maganha dos Santos – olericultura – Campo Verde – “Estou ansioso para ver o que o Senar-MT tem para me oferecer. Como não tenho nem conhecimento técnico e nem prático, a minha expectativa é conhecer melhor a parte de sementes, adubos e melhorar a qualidade do meu produto”.

0

Lúcia Vitale Marques de Oliveira – floricultura – Tangará da Serra “Flor é vida. Não sei viver sem plantas. Sou apaixonada pelas orquídeas, rosa do deserto, suculentas e todo tipo de folhagens. Sou daquelas pessoas que está sempre em busca de uma mudinha de planta. A ATeG, do Senar-MT trouxe conhecimento para minha vida de produtora de flores. Assim, além de não perder mais nenhuma muda, estou recuperando algumas plantas que estavam quase morrendo”.

0

Fran Campos – ovinocultura – Campo Verde – “ATeG é gestão. Nós produtores temos uma dificuldade grande de fazer conta. A assistência técnica do Senar-MT traz profissionalização para a propriedade e, com isso, temos um retorno financeiro muito mais eficiente”.

0

Alberi Luiz Forgiarini – piscicultura – Campo Verde – “Já fui atendido pela assistência técnica do Senar-MT. A expectativa com a piscicultura é receber conhecimento e o acompanhamento técnico para melhorar a qualidade e também aumentar a produção. A assistência técnica nos dá uma visão melhor do nosso negócio”.

0

Francisco de Assis da Silva – olericultura – Jaciara – “Mudamos a maneira de trabalhar e de cuidar das plantas. Quando pensamos que sabemos de tudo, não sabemos de nada. Esta assistência técnica do Senar-MT é conhecimento. O meu recado para os vizinhos é que busquem conhecimento que é tudo na vida”.

0

Aparecido Valdomiro Massorotto, conhecido como Seo Miro – floricultura, Tangará da Serra – “ A chegada da ATeG, do Senar-MT para os produtores de flores de Tangará é um marco. Estou há quatro anos neste mercado e, neste período, tivemos muito pouca assistência técnica. Apesar de ser assistido há cerca de oito meses, já estamos vendo o resultado. A feira de flores se revelou um sucesso. Antes não tínhamos um caminho, agora temos a quem recorrer quando nos sentimos perdidos. Somos gratos por ter esta assistência do Senar-MT”.

Selo