ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Santa Catarina

Banco do Brasil apresenta as aplicações do Plano Safra às lideranças do agro
Design sem nome 4

O encontro contou com a presença dos dirigentes de Sindicatos Rurais de todo o Estado.

11 de julho 2022
Por CNA

A Superintendência do Banco do Brasil de Santa Catarina apresentou o PLANO SAFRA BB 2022/2023, na última semana, durante reunião virtual promovida pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc). O encontro contou com a presença dos dirigentes de Sindicatos Rurais de todo o Estado.

Na abertura do evento, o presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, reforçou que a parceria com o Banco do Brasil é historicamente importante para que as lideranças do setor conheçam como funciona a aplicação do crédito rural, esclareçam suas dúvidas e, com isso, tenham embasamento para orientar os produtores rurais a fazerem os melhores investimentos. “O Plano Safra 2022/2023 foi além de nossas expectativas e dispõe de recursos adequados para suprir as diferentes realidades do nosso setor produtivo”, afirmou.

Durante sua explanação, o gerente de mercado agro SC Flavio Alberto Sebben Covolo falou sobre a aplicação do Crédito Rural pelo Banco do Brasil, apresentou o Plano Safra 2022/2023 e as principais alterações, destacou a estratégia Negocial Parceiros BB e abordou assuntos de interesse do agronegócio catarinense.

O Banco do Brasil destinará R$ 200 bilhões para a Safra 2022/23 – volume 48% superior ao anunciado na safra anterior. Trata-se do maior valor já disponibilizado pela instituição financeira para o setor. Na Safra 2021/22, foram R$ 153 bilhões, superando em 34% os 114 bilhões aplicados em 2020/21. Neste ano, a instituição financeira atingiu aproximadamente 254 bilhões no volume da carteira de crédito agro, o que corresponde a cerca de 59% do crédito rural disponibilizado no Sistema Financeiro Nacional.

Covolo também apresentou a plataforma Broto - um ambiente digital que conecta produtores rurais, prestadores de serviços, revendedores e fornecedores. O Broto promove negócios e leva produtos, serviços e informação aos clientes. São mais de 740 mil acessos, 1,6 bilhão em negócios realizados e 1,3 bilhão em financiamento BB.

A carteira do agro em Santa Catarina também foi destaque e, segundo Covolo, conta com mais de 251 mil operações ativas no Banco do Brasil, a maioria no segmento de agricultura familiar. O saldo da carteira agro de Santa Catarina é de 11 bilhões – 54,8% no segmento de crédito rural. O desembolso na safra 2021/2022 foi de 5,7 bilhões de reais.

Covolo também falou sobre as linhas de crédito para o ciclo produtivo 2022/2023 em Santa Catarina, demonstrando que o Pronaf Custeio contará com teto de R$ 250 mil e o Pronaf Investimento terá teto de 200 ou 250 mil – ambos com taxas de 5 a 6%. No custeio Empresarial, o Pronamp Custeio, com teto de 1,5 milhão, terá taxa de 8% e o Custeio Demais, com teto de 3 milhões, terá taxa de 12%.

Outro aspecto abordado foi o Circuito de Negócios Agro – evento itinerante que está percorrendo o Brasil com carretas no formato de agências móveis. Em Santa Catarina, a inciativa conta com a parceria do Sistema Faesc/Senar-SC e, até o momento, nove municípios já receberam a carreta que levou capacitação aos produtores rurais, movimentando a economia. Neste semestre, a iniciativa segue no Estado e deve chegar a outros seis municípios.