Logo CNA

Minas Gerais

ATeG Café: produtor de Santa Rita do Sapucaí (MG) bate meta e tem alta produtividade na lavoura

30 de julho 2020

Por: SENAR MINAS

O produtor Nei Balduino, de Santa Rita do Sapucaí, comemora o resultado do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG Café. Com a implantação de manejos adequados, o produtor bateu a meta de produção: obteve 110 sacas de café por hectare em um dos talhões da propriedade, resultado considerado de alta produtividade. "Com a assistência do Sistema FAEMG/SENAR/INAES consegui ter economia nas compras dos insumos. Hoje minhas lavouras produzem mais com menos investimentos”, diz o produtor.

Nei entrou para o programa em dezembro de 2016. Ele tem 4 hectares de plantação de café no Sítio Pedreira, que fica no bairro Fagundes. A mão de obra vem da família, que ajuda o produtor na lida do campo. Ele é acompanhado pelo técnico Silas André Rodrigues (na foto acima, à direita) e tem o suporte do Sindicato dos Produtores Rurais de Santa Rita do Sapucaí.

De acordo com Henrique Frederico Santos, engenheiro agrônomo e supervisor do Programa ATeG, os grupos que iniciaram em 2016 estão fechando o ciclo do programa em 2020 com resultados expressivos, como aumento de produtividade, redução de custos por saca (tanto custos operacionais quanto custos fixos), melhoria da qualidade dos cafés e oportunidades para comercialização, além de adequações tecnológicas, especialmente no que diz respeito ao manejo de lavouras.

O supervisor do programa no Sul de Minas também destaca o aprimoramento da gestão das propriedades e o estímulo à sucessão familiar. “Temos grupos de produtores completando um ano da Assistência Técnica e Gerencial que já apresentam resultados em decorrência das ações propostas pelos técnicos”.