Logo CNA

Ceara

Agropecuária é destaque do PIB do Ceará em 2022
Amilcar 1

Setor cresceu 7,7% em 2022

22 de março 2023

Após registrar uma queda de 4,9% em 2021, o Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária cearense apresentou um crescimento de 7,7% em 2022, o maior avanço entre os setores que compõem o PIB do Ceará, superando Serviços (1,9%) e Indústria (- 6,2%). No ano, a economia do Ceará avançou 0,9% enquanto o PIB brasileiro registrou alta de 2,9%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (20) pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

O ano de 2022 mostrou uma forte recuperação da agropecuária cearense, uma vez que em 2021, o setor havia apresentado uma queda de 4,9%, enquanto a Indústria avançou 11,6% e o setor de Serviços, 5,5%. Ao longo de 2022, a agropecuária registrou desempenho positivo em todos os trimestres na comparação com os mesmos períodos do ano anterior. No terceiro e quarto trimestre, o setor registrou crescimento de 14,2% e 9,5%, respectivamente.

“Esses resultados são um excelente indicativo do que poderemos alcançar, no curto prazo, com a disseminação das novas tecnologias pelo universo dos pequenos produtores rurais”, destacou Amílcar Silveira, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec). “Podemos avançar ainda mais, levando a agricultura empresarial para os pequenos estabelecimentos rurais, onde está a grande massa dos que produzem no campo”.

Agricultura

De acordo com o Ipece, o resultado da agricultura foi puxado, principalmente, pelo crescimento em lavouras temporárias de Mandioca (35,6%) e Milho (30,7%) e também na produção de abacaxis (193%).

Na lavoura permanente, os destaques foram a produção de banana (6,8%), de castanha de caju (52%) e de coco-da-baía (23,6%). No grupo das frutas, os destaques foram a manga, goiaba, abacate, limão, tangerina e uva. A agricultura representa cerca de 60% da agropecuária cearense.

Pecuária

Na pecuária, o principal destaque foi o crescimento da produção de galináceos de 12,3%, alcançado a marca de 35,4 milhões de frangos abatidos em 2022. Outro destaque foi o crescimento na produção de bovinos em 11,8%, alcançando a marca de 128 mil cabeças abatidas em 2022.

A produção de leite cru adquirido registrou crescimento de 8,3% (369 milhões de litros) e a produção de leite cru industrializado de 7,3% (366 milhões de litros). Já a produção de ovos apresentou crescimento de 6,5% ante 2021, alcançando a marca de 247 milhões de dúzias. De acordo com o Ipece, a pecuária cearense responde pelos outros 40% da agropecuária cearense.